Internacional vence o Bragantino por 2×0

Heitor e Zé Gabriel comemoram vitória em Bragança Paulista. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Ao bater o Bragantino por 2 a 0 na noite de quinta-feira (8), pela 14ª rodada do Brasileirão, o Inter se reencontrou com os três pontos. Mas fez mais do que isso. O resultado positivo restabelece a tranquilidade e muda o cenário para a equipe de Eduardo Coudet. Se antes o time estava há cinco partidas sem ganhar, agora está há quatro jogos invicto.

Após o nebuloso setembro e o empate no Gre-Nal no fim de semana passado, o Colorado se impôs em Bragança Paulista. Com nova noite inspirada de Thiago Galhardo, autor dos dois gols, os gaúchos encerraram a incômoda sequência para ganhar fôlego.

A vitória foi a primeira após 22 dias, quando aplicou 4 a 3 pelo América de Cali, pela Libertadores. No Brasileirão, o resultado positivo anterior ocorrera no longínquo 10 de setembro, quando fez 2 a 0 no Ceará.

O resultado positivo dissipa a nuvem de dúvidas que pairava sobre o Beira-Rio. Antes do Gre-Nal, houve protesto, tanto na véspera da partida quanto em frente à concentração colorada no dia do clássico. Internamente, existia uma confiança no trabalho, mas que precisava a chancela da vitória como prova.

– Vínhamos de empates e nos cobrávamos pela vitória, para retomá-las. Sabemos que estamos no caminho certo. Tem um adversário do lado de lá. Nunca é fácil. Vitória de méritos nossos. A qualidade deles só aumenta nosso merecimento – disse Rodrigo Lindoso.

A vitória traz tranquilidade e confiança ao vestiário. Não só isso. Houve uma mudança na configuração do histórico. O Inter, que antes amargava um jejum de cinco partidas sem vencer, com três empates e duas derrotas, agora está invicto há quatro jogos, com três empates e uma vitória.

– Às vezes, jogamos o que queremos, quando temos todos à disposição. E, às vezes, jogamos o que podemos. Se pudéssemos jogar a cada sete dias, nos veríamos muito melhor. E seguramente teríamos mais pontos na tabela. Mas não é o que nos toca. Temos que nos adaptar ao calendário – comentou o técnico Eduardo Coudet.

O próximo desafio para manter a sequência positiva é diante do Athletico-PR, no domingo (11). Edenilson cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Gabriel Boschilia será reavaliado para saber a gravidade do problema na coxa direita.

Damián Musto, por sua vez, volta a ficar à disposição. O argentino cumpriu suspensão após ser expulso no clássico do último final de semana.

Com a vitória, o Inter reassume a vice-liderança do Brasileirão e chega a 25 pontos. Tem dois a menos que o líder, Atlético-MG, mas com um jogo a mais. O Colorado volta a campo no próximo domingo, às 20h30, no Beira-Rio, pela 15ª rodada.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome