Caso Raí: Corregedoria indicia 11 pessoas

Raí ficou internado por 116 dias. (Foto: Arquivo Pessoal)

Dez policiais militares foram indiciados pelos os crimes de tortura e lesão corporal de natureza grave e um agente por tortura e tentativa de homicídio contra o torcedor do Brasil de Pelotas Rai Duarte. O anúncio foi efetuado pela corregedoria da Brigada Militar anunciou na tarde de sexta-feira (2)

Ele ficou internado em 116 dias em Porto Alegre depois de ter sido retirado por policiais da Brigada Militar (BM) de um ônibus de torcedores após a partida contra o São José, pela Série C do Campeonato Brasileiro.

Depois do jogo, houve uma confusão dentro do estádio entre torcedores das duas equipes. Do lado de fora, quando já estava no ônibus para ir embora, Rai foi retirado de dentro do veículo pela BM. Imagens gravadas por passageiros mostram esse momento.

Torcedores contaram que Rai passou por uma sessão de tortura após ser retirado do ônibus. Relataram, ainda, que foram ouvidos sons de espancamento e que foram ameaçados pelos policiais.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome