Direção da Cosulati recebe presidente da Cotrimaio

(Foto: Divulgação)

O diretor administrativo da Cosulati Almir Mendonça juntamente aos membros da gestão e conselheiros fiscais reuniram-se na última sexta–feira (12) com o presidente da Cooperativa Agro-Pecuária Alto Uruguai (Cotrimaio), Silceu Dalberto. Na pauta, a experiência da recuperação instalada em 2013 pela cooperativa de Três de Maio, a exemplo da Cosulati, denominada liquidação extrajudicial que é um processo decidido pela Assembleia de Associados diante de alguns fatores previstos em lei, como uma alternativa de reestruturação das cooperativas em dificuldades financeiras para que consigam saldar passivos existentes e retornar a solidez financeira e administrativa. Quando decidiu pela autoliquidação a Cotrimaio tinha em dívida cinco vezes o valor estimado do seu patrimônio, atualmente mais de 70% das dívidas com os associados foram quitadas e os demonstrativos contábeis a partir de 2017 apontam fechamento positivo no exercício. Segundo o presidente Silceu Dalberto a previsão é que em 2020 a Cotrimaio volte a operar normalmente, fora da autoliquidação

O diretor da Cosulati Almir Mendonça considerou o encontro animador porque demonstra que de fato é possível superar as dificuldades enfrentadas pela cooperativa e voltar a torná-la rentável e competitiva. “O relato do Silceu mostra que é um processo doloroso, mas viável, e fazer a Cosulati forte é tudo o que os nossos cooperados querem e tudo o que região precisa”, afirmou o gestor.

A oportunidade aproximou ainda mais as duas cooperativas que nos próximos meses vão encontrar maneiras de se relacionar comercialmente e manter ainda mais esse intercâmbio de realidades.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome