Com capacitação, ApexBrasil fomenta exportação por empresas da região Sul

Programa de Qualificação para Exportação, ApexBrasil e Unisinos vão capacitar gratuitamente 125 empresas da região metropolitana de POA, 25 de Santa Maria, 25 de Pelotas e 25 do setor de laticínios para internacionalizarem seus produtos e serviços. (Foto: Divulgação)

Um total de 200 empresas do Rio Grande do Sul (RS) serão qualificadas, de forma gratuita, para entrar no mercado internacional por meio do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX), realizado pela a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) em parceria com a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Um novo núcleo do PEIEX foi lançado nesta quarta-feira (15) no RS, que está entre os seis estados brasileiros que mais exportam: gerou US$ 21,1 bilhões com as exportações do Brasil em 2021. Muito deste sucesso se deve ao PEIEX, que capacita empresas gaúchas desde 2008. De lá para cá, já foram desenvolvidos 13 núcleos no Rio Grande do Sul, que atenderam cerca de cinco mil empresas.

Para esta edição do programa, serão capacitadas 125 empreendimentos da região metropolitana de Porto Alegre, 25 empresas da região de Santa Maria, no centro do estado, e 25 empresas na região do município de Pelotas, além de outras 25 especificamente do setor de laticínios incluindo os estados de Santa Catarina e Paraná com atendimento remoto.  O investimento total no núcleo é de R$ 1.764.971, sendo R$ 1.171.931 da ApexBrasil e R$ 593.000 da Unisinos.

Entre 2019 e 2021, o PEIEX-RS capacitou 200 empresas que geraram US$ 35,8 milhões em exportação. A maioria delas a partir da primeira experiência exportadora. “É sempre muito positiva nossa atuação no Rio Grande do Sul. O estado tem uma forte cultura exportadora, por sua vocação de forte atividade industrial, no setor têxtil e de agronegócios, por exemplo, e também por esse caminho que a ApexBrasil trilha em solo gaúcho junto a instituições parceiras”, destaca a coordenadora de Qualificação da ApexBrasil, Rita Pedroso de Albuquerque.

“Exportação é geração de empregos e desenvolvimento. Por isso, nós, da instituição executora na região, entendemos que essa oportunidade é essencial para que a universidade se integre à sociedade, retornando o conhecimento que produz como bem-estar para as pessoas”, diz o professor da Unisinos e coordenador do PEIEX Porto Alegre, Marcos Lelis.

Incentivo à tecnologia

A Duo Engenharia Criativa, de Porto Alegre, é uma das empresas já atendidas pelo núcleo. O empreendimento tem mais de 14 anos no mercado e é focado no desenvolvimento de produtos físicos do setor médico-odontológico e industrial, como uma máquina de limpeza de vidros com tecnologia de segurança para os trabalhadores em atividade de manejo em grandes alturas. A Duo já atua nos Estados Unidos, mas ainda enxerga desafios em questões burocráticas e tributárias e busca na qualificação do PEIEX fortalecer sua atuação no exterior.

“Atuamos lá com outra empresa, gerida pela mesma sociedade. Já temos contratos em execução com clientes dos Estados Unidos, mas ainda sem o trâmite financeiro entre as duas empresas. Com o PEIEX, estamos entendendo como funciona questões tributárias, transferências financeiras”, explica o sócio Tiago Arrial.

Soluções sustentáveis  

Do setor de calçados, participa do PEIEX a empresa familiar Clean Up, que tem sede no município de Campo Bom (RS) e está na ativa desde 2014. Seus produtos são chinelos e papetes com conceito de sustentabilidade e conforto, com matérias-primas 100% recicladas, como elásticos feitos a partir de garrafas plásticas. A Clean Up desde seus primeiros anos realiza vendas internacionais, mas procurou o PEIEX para consolidá-las, com um plano de exportação elaborado junto aos técnicos, e conquistar ainda mais mercados. “É a primeira vez que participamos de um processo de qualificação e planejamos nossa abertura ao mercado externo. Ainda somos uma empresa pequena, mas, assim que lançamos o produto no mercado, ele teve sucesso e grande demanda. Sempre tivemos clientes internacionais, principalmente de pessoas que visitam o Brasil e conhecem o produto. Exportamos para Estados Unidos, Grécia, Inglaterra, Espanha, Israel e Argentina, por exemplo”, conta o diretor Márcio Alves.

Agro 

Com objetivo de fortalecer o setor agro, uma das principais matrizes econômicas do Sul, o núcleo oferece ainda metodologia focada em agroindústrias. Tal metodologia consiste no acompanhamento de uma equipe da ApexBrasil focada na produção agropecuária, com capacitação para os respectivos técnicos responsáveis pelo processamento das agroindústrias.

“No agro, principalmente no segmento de lácteos, temos a característica de exigência de uma série de protocolos sanitários para exportação. Isso gera, muitas vezes, dúvidas nos produtores. Em parceria com a Viva Lácteos, associação da indústria de lácteos, a gente desenvolveu um trabalho com inteligência, informação e metodologia do PEIEX Agro adaptada especificamente para o setor. Nossa atuação no Sul conta com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e com os Sindicatos da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná” destaca o analista da ApexBrasil e gestor do PEIEX Agro, Laudemir André Müller.

Como participar  

A participação no programa é gratuita e podem se inscrever empresas de todos os setores e porte com CNPJs ativos, produto ou serviço exportável, que desejam se qualificar para exportação em até dois anos e tenham condições de aumentar sua produção ou dedicar parte dela para atender clientes internacionais. Possibilidade de adaptar produtos e serviços para o mercado internacional, disponibilidade para melhorias de gestão e recursos financeiros para investir na exportação (ou concordem em exportar de forma indireta) também são critérios observados. Informações para inscrição podem ser feitas pelo e-mail: [email protected]. E também na página https://portal.apexbrasil.com.br/qualifique-sua-empresa-peiex/

Sobre o PEIEX 

O PEIEX é oferecido pela ApexBrasil com o intuito de preparar as empresas brasileiras para iniciar o processo de exportação de forma planejada e segura. A Apex-Brasil realiza o PEIEX em todo o Brasil, com Núcleos Operacionais instalados em parceria com Instituições de Ensino, Federações de Indústria e Fundações de Amparo à Pesquisa.

Em seus mais de 10 anos de execução, o PEIEX qualificou mais de 25 mil empresas. As empresas atendidas pelo PEIEX tendem a ter um rápido retorno em termos de volume de exportação: R$357,5 milhões exportados entre janeiro e junho de 2021, considerando apenas as empresas capacitadas no biênio anterior. O segmento com maior número de empresas é o de alimentos e bebidas, seguido de máquinas e equipamentos, têxtil e confecção, móveis e cosméticos (dados de dezembro/2020).

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome