Ponto e vírgula

Capital farroupilha

Até o momento são cinco candidatos que disputarão as convenções: o prefeito Vitor Ivan (PDT), o vereador Lourenço de Souza (PT), no MDB dois disputarão vaga na majoritária, o empresário Márcio Porto e o vereador Marcial Guastuci (Macega). O quinto candidato é Francisco Luçardo, filiado ao PSDB, partido que comanda o Estado, que já foi prefeito.
Pode surgir o sexto candidato. A coligação que governa Piratini tem como vice-prefeito Gilson Gomes (Progressistas), contudo, diante das críticas frequentes do presidente da Câmara, Altino Alêxis Reyes de Matos (PP), ao prefeito, nos corredores do Legislativo desenha-se a “possibilidade” do vereador Aléxis concorrer a prefeito.
Caso se concretize, as convenções terão título de novela: “Éramos Seis”.

Ligeirinho

Até o fechamento desta coluna, morador do Laranjal em Pelotas aguardava há três meses atendimento do Sanep a um pedido de ligação de água. A demora é de alguns setores porque a fatura com a cobrança da taxa de recolhimento de lixo já chegou ligeirinho.

Indignação

Leitora da coluna pede atenção da Secretaria Estadual de Saúde para a falta de medicamentos na farmácia do estado em Pelotas.
O medicamento Amato Topiramato 100 mg é utilizado para conter crises de epilepsia. Nossa leitora manifesta sua indignação, visto que, este ano em oito meses é a segunda vez que falta o remédio e sua filha fica sem o tratamento.

Governador viaja para Singapura

Governador Eduardo Leite relata que a viagem será um processo de intercâmbio e aquisição de experiências nos processos de seleção, recrutamento de pessoal, qualificação e capacitação de recursos humanos.
A agenda em Singapura é organizada pela Fundação Lemann. Leite fala em retenção de talentos nos governos, ou melhor, pessoas talentosas no serviço público.
Opinião do colunista: Parece contraditório a busca por manter talentos nos governos e principalmente no Brasil, se o próprio Jorge Paulo Lemann, bilionário brasileiro dono da AMBEV, foi morar na Suíça.
A fundação Lemann apoiou e potencializou a vida profissional de muitos jovens talentosos, na sua grande maioria para benefício da iniciativa privada e boa parte fora do país.
Enquanto o governador viaja, parte dos servidores do Estado espera receber o total do salário de agosto em outubro.
Será que haverá tempo suficiente para o governador colocar em prática, beneficiando o povo gaúcho, seu aprendizado em tantas viagens, uma vez que, ele próprio afirmou não ser candidato à reeleição. Faltam apenas três anos e três meses para o fim do mandato e quatro meses para voltar a pagar em dia o funcionalismo.
Haverá tempo sim, venderá ações do Banrisul para possivelmente pagar o funcionalismo e já garantiu no orçamento de 2020 recursos na ordem de R$ 1 milhão para cada deputado estadual a título de emenda parlamentar, colocando em prática o talento da negociação política.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome