Dicas para a direção defensiva

Todos os motoristas podem ser condutores defensivos, sendo necessário apenas seguir as normas e regras de trânsito, garantindo a sua integridade e dos demais. Veja algumas atitudes que devem ser tomadas.

Antes de entrar no carro…
A direção defensiva tem como atributo prever situações de risco e dirigir para evitá-las. Mas para isso é necessário manter uma boa postura ao dirigir.
Uma postura correta ao volante é aquela que os braços e pernas fiquem levemente dobrados e as costas no encosto em um ângulo de 90°.
É preciso deixar todos os espelhos retrovisores em ótimas condições para o motorista enxergar o trânsito a sua volta.

Itens de segurança
O uso de cinto de segurança e capacete por todos os ocupantes dos veículos é obrigatório por lei. Porém, muitas vezes por estar perto de casa ou fazer um trajeto curto, os ocupantes esquecem de usar esses itens básicos para a sua proteção.
Uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que 50,2% dos passageiros que viajam no banco de trás do carro, van ou táxi não utiliza o cinto de segurança.
Segundo um estudo da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), o cinto de segurança reduz o risco de morte em até 45% no banco da frente e até 75% no banco traseiro.
Você já deve ter ouvido que alguém escapou ileso ou com poucos ferimentos após um acidente de trânsito por causa do cinto de segurança, não é mesmo? Ou seja, o uso desse equipamento não é obrigado por lei à toa, sendo que há diversas pesquisas que mostram a importância dele.
Também não esqueça das crianças: desde 2010 com a “lei da cadeirinha”, as crianças com menos de 36 quilos ou até 10 anos devem utilizar a cadeirinha dentro do veículo. O motivo é simples, crianças menores não ficam ajustadas ao cinto de segurança, sendo necessária a cadeirinha para garantir a sua proteção.

Respeitar a sinalização e leis de trânsito
Pode parecer óbvio, mas respeitar a sinalização e as leis de trânsito é uma atitude para evitar muitos acidentes ao volante.
As placas de trânsito e semáforos não estão nas vias sem nenhuma função, justamente ao contrário: elas servem para a proteção de todos.
A mesma coisa serve para as leis de trânsito, como manter as duas mãos no volante ou no guidão (ou seja, não dirigir fumando), não dirigir descalço e não utilizar celulares ao volante (nem mesmo dirigir com fone de ouvido).
Você sabia que dirigir e falar ao celular é mais perigoso do que beber? Uma pesquisa feitar na Grã Bretanha mostra que mexer no celular deixa o motorista 30% mais lerdo do que o condutor alcoolizado. Sem contar que se você estiver em 50 km/h e desviar a sua atenção por 1 segundo, você anda 14 metros às cegas. E você achando que era só uma olhadinha na mensagem, não é?
Por isso, atente-se às sinalizações, limites de velocidade e às leis de trânsito, respeitando sempre os condutores dos outros veículos.

Fonte: Internet/Bidu

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome