Piratini tem aumento de 200% nos casos de coronavírus, em três meses

Foto: Reprodução/Internet

O município de Piratini chegou aos 147 casos de Covid-19. Nos últimos dez dias 13 novos casos foram registrados.

Isso significa mais de 200% de aumento do dia 15 de setembro até agora, o que só faz aumentar a preocupação do secretário municipal de Saúde, Fernando Taddei. “A situação está feia”, classifica o gestor.

Mas a contaminação pode ser ainda maior, pois mesmo que o município obtenha de forma mais rápida de amostras de pessoas suspeitas de estarem doentes, do que a média estadual, ainda assim levam muitos dias para que os resultados cheguem ao conhecimento da prefeitura.

“Estamos conseguindo saber do resultado das análises em menos tempo, pois usamos um laboratório de Pelotas. Se você depender de Rio Grande ou do Laboratório Central (LACEN) em Porto Alegre, leva em média 30 dias para atestar positivo ou negativo”, explica Taddei.

Assim como afirmou no final de novembro, o secretário disse não acreditar em segunda onda de coronavírus.

“Entendo que a primeira nem terminou. O que temos é um aceleramento, um acréscimo da velocidade de contágio. Não há interrupção da contaminação, portanto, também não há segunda onda na minha visão, não ao menos no Brasil”, conclui.

Conforme o último boletim emitido, 36 casos estão ativos e 111 pessoas se recuperaram da doença. Ainda, 54 suspeitos estão sendo monitorados pela Secretaria e 1324 pessoas testaram negativo.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome