Aposentado quer criar associação para continuar ajudando pessoas necessitadas em Piratini

Há 23 anos, marceneiro faz trabalho social no município. (Foto: Nael Rosa/JTR)

O marceneiro aposentado Rosalvino da Silva, de 69 anos, é conhecido em Piratini por reformar e emprestar cadeiras de rodas para quem necessita, além de muletas e andadores para quem está com problemas de locomoção.

Ele agora encara o desafio de criar uma associação sem fins lucrativos para dar continuidade ao trabalho que desenvolve desde 1999, período em que ajudou centenas de pessoas.

“Comecei a fazer estas ações após ser ajudado pela comunidade quando meu filho teve um derrame cerebral e a população me doou recursos para que eu me mantivesse ao lado dele no hospital. Desde então conserto cadeiras e fabrico muletas para ajudar o próximo”, conta Silva, que também empresta camas hospitalares e andadores.

Ele assegura que, no momento, são 104 cadeiras de rodas cedidas a quem precisa, mas que para atender a demanda precisa de mais, portanto está receptivo às doações.

Vino, como é popularmente chamado, conta que gastou cerca de R$ 3 mil do próprio bolso para adaptar a antiga marcenaria para agora armazenar os itens, mas que isso lhe deixou satisfeito.

Quanto à futura associação, ele disse necessitar de R$ 500 para registrar a documentação, o que pretende fazer no mês de março.

“Vou criar essa entidade para seguir fazendo o que faço enquanto eu estiver vivo. Sou um vitorioso e me sinto muito feliz em ajudar a quem um dia me ajudou com meu filho”, diz.

Quem quiser fazer doações pode entrar em contato pelo telefone (53) 98413-5694, ou na residência de Vino, que está localizada na avenida Perimetral, 2.165, em Piratini.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome