Piratini: Prefeitura recebe mais cinco veículos para transporte de estudante da zona rural

Novos veículos integram a frota que custou R$ 5 milhoes. (Foto: Elis Garcia)

A Prefeitura de Piratini recebeu mais cinco micro-ônibus da frota nova que totalizam vinte novos carros para o transporte escolar de alunos que residem na zona rural e que precisam se deslocar para os educandários situados também no interior.

Segundo o prefeito Márcio Porto, o investimento chega à casa dos R$ 5 milhões se for levado em conta o conserto de veículos que estavam sem condições de trafegar, e isso vai proporcionar não somente economia, mas também dar mais qualidade no ir e vir dos estudantes.

“Éramos o município da região que mais gastávamos com transporte escolar. Um dado concreto que comprova isso é que no ano passado mesmo sem aulas Piratini usou 38% do seu orçamento anual para pagar as linhas terceirizadas, uma realidade também de anos anteriores.  Mesmo assim era comum a situação em que alunos ficaram até dois meses sem frequentar o colégio por falta de transporte, o que agora queremos evitar, pois buscamos efetividade, mas também a dignidade para os transportados”, disse Porto.

Conforme o prefeito, os veículos da nova frota também serão responsáveis por transportar alunos do Ensino Médio, portanto de responsabilidade do estado, o que vai ocorrer até o final de 2021 quando se encerra o contrato com o município para este fim. Ele disse que reuniões estão acontecendo com a Coordenadoria de Educação para definir o futuro com relação a essa situação, pois a prefeitura já solicitou o rompimento do contrato, o que poderá ser revertido caso o estado aumente os valores pagos.

“Estamos em tratativas, pois tem que ficar bom para os dois lados. Atualmente como está não nos serve, já que o montante pago é insuficiente para cobrir os custos. Mas a população pode ficar tranquila, uma vez que a lei garante que o aluno não pode ter prejuízo, portanto, caso realmente não renovemos o contrato, o estado assumirá o transporte desses estudantes”, explicou o prefeito.

 

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome