Família nega que estudante pinheirense tenha sido encontrado

Universitário estava desaparecido desde a terça-feira (13) (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

A empresaria piratiniense Nara Régio negou, em contato feito pela reportagem, que seu neto, o pinheirense Felipe Peraça Régio, de 20 anos, desaparecido desde a terça-feira (13), tenha sido encontrado pela polícia e pela família em São Vicente, município que fica 80 quilômetros de Santa Maria.

A notícia de que o estudante de Agronomia havia sido localizado, passou a circular nas redes sociais, o que foi repudiado por parentes próximos que fizeram contato com o pai de Felipe, Flávio Pereira Régio, o Tutuca, que também desmentiu o fato.

Para a avó, não ter notícias que levem ao paradeiro do neto aumenta o drama de todos a cada minuto que passa. “Não temos a menor noção do que possa ter acontecido. É uma situação horrível que está sendo investigada pelas autoridades”, falou Nara.

Ela disse que a pedido do pai de Felipe, a polícia entrou na casa onde o universitário reside, na busca de pistas. Na garagem eles encontraram o carro, os documentos e o celular do estudante.

Segundo Nara, a família soube que ele foi visto por uma pessoa, mas não sabe detalhes de como e quando isso aconteceu. “O Pedro, irmão dele, foi pra São Vicente para saber mais detalhes, mas por enquanto não sabemos de praticamente nada”, afirmou.

Ela disse que Felipe se encontraria com a família neste final de semana na casa que possuem no Balneário Cassino, e que ele prometeu comemorar seu aniversário que será em 18 de setembro com ela em Piratini.

Sobre seu comportamento e jeito de ser, Nara disse que o jovem é tranquilo, responsável, sem vícios e que só anda em boas companhias, o que torna ainda mais misterioso o seu desparecimento.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome