Pelotas: Município lança segunda etapa do programa Acolhe Bem

Programa faz parte do processo de qualificação da Atenção Primária do município e está inserido no projeto de expansão dos conceitos da Rede Bem Cuidar. (Foto: Gustavo Vara)

A segunda etapa do programa Acolhe Bem foi oficialmente lançada nesta quinta-feira (6), durante uma cerimônia do Salão Nobre do Paço Municipal. A prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) acompanhou a apresentação da nova fase, pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que vai consistir na qualificação das Unidades que constituem a rede de Atenção Primária em Saúde de Pelotas, com Linhas de Cuidado e Atendimento Coletivo, com base na educação permanente dos profissionais.

O Acolhe Bem faz parte do processo de qualificação da Atenção Primária do município e está inserido no projeto de expansão dos conceitos da Rede Bem Cuidar. As 50 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e as duas Unidades Básicas de Atendimento Imediato (Ubais) vão receber a formação, que começou a ser inserida na última sexta-feira (30/9).

“Tenho grande entusiasmo pelo Acolhe Bem, pois há muito tempo falamos sobre a qualificação da Atenção Primária. Sabemos o quanto é difícil atuar nessa área, mas, também, sabemos o quanto é fundamental ser resolutivo, para não prejudicar as outras etapas de atendimento. Tenho muito orgulho do que estamos alcançando na saúde”, frisou a gestora municipal.

A titular da SMS, Roberta Paganini, destacou o apoio do Conselho Municipal de Saúde na implementação desta segunda etapa do programa. “É um processo muito importante, complexo e sólido de qualificação do trabalho, e por isso demora um tempo significativo para finalizá-lo, porém, o retorno para a população é rápido. É essencial termos um gestor do Município que entenda essa importância e valorize a Atenção Primária”, completou a secretária.

Também estiveram presentes no ato as diretoras da Atenção Primária, Luciana Nunes Soares, e de Vigilância em Saúde, Aline Machado da Silva, o vereador Cauê Fuhro Souto (União Brasil) – representando o Poder Legislativo -, a coordenadora executiva do Pacto Pelotas pela Paz, Aline Crochemore, e os assessores de Projeto Especiais, Luiz van der Laan, e de Comunicação, Gustavo Azevedo, além de membros da rede de Atenção Primária.

Como vai funcionar a qualificação com Linhas de Cuidado e Atendimento Coletivo

Nesta segunda etapa do Acolhe Bem, cada Unidade escolhe uma linha de cuidado e os profissionais passarão três meses se especializando nesse módulo. Após finalizar a formação, outra linha de cuidado será escolhida, seguindo a mesma função e período de capacitação. Ao todo, são sete módulos, que vão se estender até o primeiro semestre de 2024, até que todas as Unidades se qualifiquem em todas as linhas de cuidado, estabelecidas como prioritárias pelo Ministério da Saúde.

A metodologia a ser utilizada vai compreender oficinas de sensibilização (com dinâmicas, visitas, áudios, vídeos, teatro e discussão de casos, entre outros), problematização por meio da avaliação do processo de trabalho e discussão, formação técnica, e mudanças de processos de trabalho através da criação de planos de ação. O processo terá como base a educação permanente.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome