Complexo de Saúde Unimed entra em funcionamento pleno a partir de 15 de julho

A inauguração do hospital ocorreu no último dia 13 (Foto: Rafael Nunes)

A partir do dia 15 de julho, o Complexo de Saúde Unimed, localizado na rua Doutor Geraldo Treptow, 250, no bairro Três Vendas, deve estar em plena atividade, quando entra em funcionamento a unidade de Internação: o Hospital Unimed Pelotas. No local, já funcionam: desde 2014; o Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI); o Laboratório de Análises Clínicas, desde 2017; o Centro Clínico, o Integrar – Centro Mutidisciplinar de Desenvolvimento Humano e o Pronto Atendimento, em 2018; e mais recentemente, neste ano, o serviço de Endoscopia.

A inauguração do hospital ocorreu no último dia 13, com as presenças do governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB) e da prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas (PSDB), entre colaboradores, corpo médico e convidados.

De acordo com a vice-presidente da Unimed Pelotas, Susane Klug Passos, o próximo mês será de contratação e treinamento de pessoal e de calibragem e testes dos equipamentos. “Nos últimos dois anos, a nossa equipe de colaboradores mais que duplicou, passando de 200 para 425 pessoas”, disse. Segundo ela, o hospital ainda está em fase de contratação e o quadro pode chegar a 500 funcionários quando estiver em pleno funcionamento.

A princípio, o local irá funcionar em regime de hospital-dia, oferecendo centro cirúrgico ambulatorial, atendimento especializado em cirurgia do aparelho digestivo, cirurgia geral, plástica e vascular, coloproctologia, ginecologia e obstetrícia, ortopedia, otorrinolaringologia, traumatologia e urologia. Com um total de 23 leitos, a vice-presidente explica que esta capacidade de atendimento deve ser muito maior e irá depender da média de tempo de internação de cada paciente. “Além disso, devemos continuar contando com a parceria dos hospitais locais, como Santa Casa, Beneficência e Miguel Piltcher para internações”, afirmou Susane.

“O sistema Unimed conta com 70 mil usuários na região e compreende 13 municípios. Somente em Pelotas, são 35 mil beneficiários”, comentou a vice-presidente. O pronto-atendimento é responsável por 200 atendimentos por dia. Segundo ela, com o Centro Clínico, que funciona ao lado do Pronto-Atendimento, foi possível distribuir o número de consultas eletivas e focar o serviço apenas em urgências e emergências.

Inauguração
A inauguração ocorreu em grande estilo, durante coquetel que lotou o saguão de entrada do novo hospital. Tanto o governador quanto a prefeita foram unânimes em destacar o empreendedorismo do Sistema Unimed, ao acreditar no potencial que o município tem a oferecer a quem escolhe aqui se estabelecer.

“Este empreendimento, além de trazer mais qualidade de vida à população de Pelotas, vem ajudar a diminuir a pressão da estrutura instalada dos estabelecimentos de saúde locais”, disse o governador.

Governador Eduardo Leite e o presidente da Unimed, Luís Olímpio Dias Jordão, no ato de descerramento de placa (Foto: Rafael Nunes)

Construído a partir de recursos financiados pelo Banco Regional de Desenvolvimento Econômico (BRDE), Leite destacou além do olhar de empreendedores da direção, a oportunidade de oferecer um atendimento mais qualificado na área da saúde. “É uma empresa gerando 400 empregos diretos, o que representa grande relevância para a economia regional e que também vem consolidar a posição de Pelotas como polo regional e referência em atendimento à saúde”, destacou.

O governador também reafirmou o compromisso assumido pelo governo com os hospitais e prefeituras da região para o repasse até o mês de setembro do ano que vem, em 15 prestações, de R$ 260 milhões e outros R$ 216 milhões acordados com os prefeitos, relativos a repasses que não tinham sido feitos entre 2014 e 2017. Além disso, disse que o Estado não deve mais atrasar custeios, evitando assim, a criação de novos passivos.

A prefeita ressaltou o esforço coletivo que resultou no empreendimento. “Eu vejo neste hospital um símbolo do que Pelotas tem de melhor, um retrato da capacidade de empreendedorismo das pessoas que integram o sistema Unimed, com seriedade, dedicação e espírito coletivo”, disse. “Isto me inspira como líder e me faz olhar com otimismo, esperança e confiança na nossa capacidade de superação”.

O presidente da cooperativa, o médico Luís Olímpio Dias Jordão, se emocionou ao abrir a solenidade, destacando que o empreendimento será um marco no sistema de saúde da cidade e da região. “A Unimed Pelotas ao longo dos seus 40 anos de história, se tornou a maior operadora de saúde da região e agora oferecemos para a comunidade um hospital com infraestrutura moderna e significativa. Com foco nas práticas de segurança do paciente, qualidade de atendimento e no que tem sido a nossa vocação: cuidar das pessoas”.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome