Clinicanp lança campanha reforçando cuidados para conter a pandemia

A campanha “Fique bem” reforça a importância de atitudes individuais pelo bem coletivo. Foto: Qz7Filmes

O rápido aumento de casos de contágio pelo Covid-19 nos últimos dias estimulou à direção do Complexo Hospitalar Clinicanp (CHC) a lançar uma campanha de conscientização da comunidade, enfatizando a importância de cuidados individuais para o bem coletivo. Com o slogan “Fique bem”, a campanha chama a atenção para a relevância do uso de máscaras, lavagem das mãos e reforça as deliberações previstas na Lei 6.819, que versa sobre a responsabilização de condutas que infrinjam as normas de saúde pública. “Os dados das últimas semanas mostraram o avanço de contágio frente a estrutura hospitalar da região, portanto nossa iniciativa quer somar ao esforço coletivo de contenção de atitudes que possam agravar esse cenário”, salienta a procuradora da direção do CHC, Michele Fagundes Laydner. Ela representa o hospital no Comitê de Crise instituído no município em março, para supervisão, monitoramento, análise e decisão em relação aos impactos da pandemia.

Com o lançamento da campanha nas mídias sociais a intenção é que a comunidade reflita sobre a importância de seus atos e perceba o quanto pode colaborar se seguir as regras básicas, reforçadas ao longo dos últimos meses. O Complexo tem foco no atendimento a pacientes oncológicos e atua desde março com investimentos em protocolos internos de segurança. “Temos ciência do quanto é importante para o paciente oncológico a continuidade dos tratamentos e a aderência aos planos terapêuticos, portanto nossos investimentos tanto internos como externos são ininterruptos”, destaca.

RETAGUARDA – Já em março as medidas estruturais começaram, com a troca da porta de acesso ao hospital, por uma automática – evitando qualquer contato manual. Dentro do Complexo, todos os pontos de atendimento são repletos de informações sobre as regras de higiene, assim como a presença de dispositivos de álcool em gel. O espaçamento de horários entre as sessões de quimioterapia foi outra iniciativa tomada. Todas as equipes estão preparadas com máscaras N95 e protetor facial de segurança. Os profissionais que estão na linha de frente são constantemente monitorados pela enfermagem padrão e orientados frente qualquer dúvida. Contando com processos de qualidade que obedecem a NR32 e a Organização Mundial da Saúde (OMS), os profissionais destes setores se dedicam a higienização e descontaminação dos materiais, roupas e lençóis do hospital. “Neste momento todos os detalhes contribuem para a proteção”, finaliza.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome