Pelotas: Simp não concorda com alterações no projeto do parcelamento do 13º

Votação da pauta ficou para amanhã (5) (Foto: Vitória Leitzke/JTR)

Pela segunda manhã consecutiva, o projeto de lei (PL) que prevê o parcelamento do 13º salário do funcionalismo foi pauta na Câmara de Vereadores hoje (4). Após o Executivo alterar o PL na tarde de terça-feira (3), garantindo o pagamento parcelado pela própria municipalidade se o servidor tiver contrato rejeitado pelo banco, a mudança foi debatida pelos vereadores e municipários presentes na sessão.

Depois de mais de meia hora, a presidente do Sindicato dos Municipários de Pelotas (Simp), Tatiane Lopes Rodrigues, deliberou o pedido aos vereadores para não aprovarem o projeto, que deverá ir à votação na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e ao plenário na amanhã (5). Tatiane frisou também o apontamento judicial, que determina o pagamento integral para todos os servidores até o dia 20 de dezembro, como determina a Lei Orgânica Municipal.

Algumas bancadas, como a do PDT, PSOL e PT, através de Marcus Cunha, Fernanda Miranda e Ivan Duarte, respectivamente, já se pronunciaram contra o projeto.

A votação do projeto será junto à votação do parecer da taxa de iluminação pública, também marcada para amanhã.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome