Policia Civil realiza paralisação; ato unificado dos servidores estaduais acontecerá amanhã em Porto Alegre

Paralisação seguirá até esta quinta-feira (14) (Foto: Vitória Leitzke/JTR)

O governador Eduardo Leite irá para Nova York participar de palestras e conferências sobre gestão pública

Começou hoje (13) as 34h de paralisação da Polícia Civil contra o pacote de medidas do governo do Estado que altera o salário e a aposentadoria de servidores estaduais. A reforma proposta pelo governador Eduardo Leite (PSDB) e que será protocolado ainda nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa, altera os planos de carreira dos servidores, o aumento da contribuição previdenciária para quem ganha mais e o corte de gratificações e adicionais por tempo de serviço.

Com objetivo de apresentar o conteúdo e sensibilizar os deputados, o governador convidou todos para um café da manhã hoje (13), com a presença de 35 deputados. Entretanto, Leite recuou na noite de ontem sobre o risco de vida incidir apenas sobre o vencimento básico, cedendo à pressão de sindicatos e oposição, concordando em adotar o sistema de subsídio.

Segundo a escrivã Laura Madail, a paralisação realizada é contra o “Pacote do Retrocesso”, – denominado pela categoria – e tem como objetivo, além de protestar, conversar com a população sobre os impactos que a aprovação em assembleia poderia causar na segurança pública gaúcha. “Haverá um envelhecimento da polícia, pois ninguém mais vai se aposentar recebendo 40% do salário, não haverá concurso, consequentemente, ficando uma polícia velha e ineficaz. Isso não atinge só a nós como também a sociedade”, alerta.

A orientação para o interior é que todos compareçam aos locais de trabalho e se concentrem para dialogar com a comunidade. Além disso, não haverá circulação de viaturas. Serão atendidas somente ocorrências de urgência, ou seja, Maria da Penha com pedido de medidas protetivas, crianças vítimas, homicídios, estupros, prisões e furto/roubo de veículos.

“Recomendamos que aquilo que pode ser registrado pela internet seja realizado, e em torno de duas horas elas já estão aptas a serem impressas. Se o caso não for urgente, encaminhamos ou para registro online ou para retornar na sexta-feira na delegacia de pronto atendimento”, alerta Laura.

Amanhã (14) e sexta-feira (15), servidores públicos estaduais irão realizar ato unificado, marcado para as 13h30, em frente ao Palácio Piratini. Conforme agenda do governador, Leite irá, a convite da Fundação Lemann e da Columbia University para ciclo de palestras e conferências sobre gestão pública, participando do principal painel, sobre temas voltados às políticas públicas em áreas como educação e segurança pública em Nova York. De acordo com a assessoria de imprensa, a viagem está marcada desde o início de setembro e não trará despesas para o Estado, sendo inteiramente custeada (passagens, hospedagens, traslado e alimentação) pelos organizadores.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome