Prefeitura de Pelotas realiza Dia do Mamaço

Evento ocorreu no saguão da Prefeitura com exposição de fotos de gestantes e de mães lactantes. (Foto: Freepik)

Na terça-feira (22), na sala Frederico Trebbi, no Paço Municipal, ocorreu o Dia do Mamaço, uma exposição de fotos de gestantes e mães lactantes, com o intuito de conscientizar a população sobre a importância do aleitamento materno e o tabu da amamentação em locais públicos. A exposição, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Pacto Pelotas pela Paz, faz parte de uma série de ações voltadas ao Mês da Primeira Infância, dentro do programa Pelotas: Cidade das Crianças.

A prefeita Paula Mascarenhas esteve na exposição e destacou a importância da iniciativa. “A sensibilidade, carinho e atenção à primeira infância é fundamental para nós. O PIM e PCF nos auxiliam a ser referência na área da maternidade e precisamos da ajuda de toda a população para que Pelotas siga sendo a cidade das crianças, onde os pequenos são nossa prioridade. Sabemos que essa fase da vida é determinante para todas as outras e, por isso, quero agradecer os fotógrafos, as equipes, hospitais, mães e crianças pela presença hoje”, disse.

A coordenadora dos programas Primeira Infância Melhor (PIM) e Criança Feliz (PCF), Jaqueline Dutra, destacou a importância do evento. “A Hora do Mamaço é um movimento internacional criado para promover a amamentação em qualquer lugar. Queremos desmistificar a crença de que a amamentação não pode ser feita na rua ou em local público. Amamentar não tem hora e é no momento que o bebê precisa”, afirmou.

As fotografias foram feitas pelos fotógrafos voluntários Rodrigo Chagas, Antônio Rocha e Kathleen Oliveira. Porém, ao contrário da edição passada, as mães lactantes puderam ser fotografadas em suas residências. Para Rocha, essa mudança foi extremamente significativa. “Eu participei, ano passado, mas este ano foi ainda mais especial, porque fotografamos nas casas das mães. Fomos bem-recebidos e pudemos perceber a realidade de cada mãe e criança. Além disso, as mães pareciam estar mais à vontade para as fotos, por ser o local mais comum que elas amamentam seus filhos”.

Diferente da primeira edição em que apenas quatro mães participaram das fotos, 11 mães lactantes e sete gestantes se voluntariam para a exposição deste ano. O evento também contou com a presença de representantes do Hospital Escola da UFPel, da Santa Casa de Pelotas e do Hospital São Francisco de Paula.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome