Pelotas tem melhor início de ano na área da segurança desde 2014

Foto: Divulgação

Com o passar dos anos, Pelotas vem se tornando referência no Rio Grande do Sul e no Brasil em segurança pública, no que tange à redução de crimes contra a vida e o patrimônio. Isso pode ser comprovado nos dados divulgados na última atualização mensal feita pela Secretaria Estadual de Segurança Pública: em janeiro de 2021, houve dois homicídios no município, enquanto que, em fevereiro, foram quatro, totalizando seis delitos. Esse é o menor índice registrado em quatro anos, o que faz com que Pelotas tenha o melhor início de ano na área da segurança.

De acordo com a análise, nos dois primeiros meses de 2020 foram registrados sete homicídios, sendo quatro em janeiro e três em fevereiro. Já em 2019, os quatro crimes de janeiro, somados aos oito de fevereiro, totalizaram 12. Em 2018 e 2017, esse número chegou a 20 e 22, respectivamente. Apesar do acréscimo de dois delitos entre um mês e outro neste ano, é preciso comemorar a redução gradativa nos índices de criminalidade em Pelotas, na visão da prefeita Paula Mascarenhas.

“Ainda que a gente tenha tido um aumento de janeiro para fevereiro, esses dois meses somados representam o menor índice de início de ano dos últimos anos”, afirma a gestora municipal. Esses resultados positivos mostram que os objetivos traçados pelo Pacto Pelotas pela Paz continuam sendo alcançados neste ano que se inicia e são fruto da união entre as forças de segurança, que trabalham de maneira integrada no município desde 2017.

“A gente precisa reconhecer isso para estimular todos os projetos que vêm sendo desenvolvidos e, sobretudo, os homens e mulheres de tantas instituições que vêm se dedicando a essa causa que é transformadora”, destaca Paula Mascarenhas.

O titular da 18º Delegacia Regional de Polícia, Marcio Stefens, atribui essa realidade de diminuição nos índices de criminalidade às estratégias e ações unificadas, feitas quase que diariamente, que vão desde a prevenção até a repressão. “As Operações Integradas são uma característica de Pelotas e são, também, o carro chefe desses bons resultados que buscamos e alcançamos nos últimos tempos”, reitera. Marcio também cita as ações pontuais, que priorizam o combate aos homicídios, além da repressão ao tráfico de drogas e delitos contra o patrimônio. “Vamos manter sempre a atenção para esses crimes”, afirma.

O início positivo de 2021 foi possível graças a todo o trabalho feito durante os três anos anteriores, com muita dedicação dos servidores integrantes das forças de segurança. É o que conta o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), tenente-coronel Marcio André Facin. No entanto, apesar da satisfação com a evolução dos números, Facin ressalta a necessidade de seguir lutando para que os índices continuem caindo, sempre focando no planejamento e gerenciamento integrado das forças do Pacto.

“Essa integração que se forjou no nosso Município é um exemplo para todo o Estado. E isso não é um sentimento, é um dado que se desdobra através desses números que estamos vendo, que demonstram diminuição dos crimes que houve na nossa cidade”, finaliza Facin.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome