Pelotas: Prefeita vistoria obra de ampliação da rede de esgoto no Laranjal

Prefeita realizou a visita nesta segunda (12). (Foto: Michel Corvello/Prefeitura de Pelotas)

O Sanep deu início, na última semana, à obra de ampliação da rede de esgoto cloacal no Laranjal, com a instalação de nova tubulação coletora em 770 metros da avenida Rio Grande do Sul – uma das principais vias de acesso à praia. O encanamento possibilitará que o esgoto gerado em dezenas de residências seja direcionado à Estação de Tratamento (ETE) Laranjal, onde se atinge um índice de 85% de eficiência no tratamento dos despejos. Nesta segunda-feira (12), a prefeita Paula Mascarenhas visitou a obra e conferiu de perto a intervenção. O vice-prefeito, Idemar Barz, o coordenador da Secretaria de Ações da Cidade (SAC) e secretário de Transporte e Trânsito, Flávio Al-Alam, e a diretora-presidente do Sanep, Michele Alsina, também estiveram presentes.

Mais de R$ 350 mil de recursos próprios da autarquia serão aplicados na execução do projeto, que representa mais um passo do município em direção à universalização do esgoto. Parte da nova extensão de rede, de 550 metros, será implantada em cinco quadras da Rio Grande do Sul, entre a rua Santo Ângelo e a avenida Espírito Santo (sentido bairro-Centro). Posteriormente, outros 220 metros serão instalados no lado oposto da via, beneficiando, ao todo, mais de 60 famílias da região, que terão suas residências ligadas à tubulação ao término da obra. O trajeto também contempla a entrada do Supermercado Paraíso, ponto de passagem de milhares de pessoas – principalmente na época de veraneio.

Acompanhando o começo do trabalho – que iniciou pelo rebaixamento do lençol freático –, Michele Alsina destaca a relevância do serviço para a saúde e bem-estar da comunidade local, dos visitantes e turistas que retornam da praia e, também, para a preservação do meio ambiente e valorização dos imóveis. “Investir na destinação correta do esgotamento sanitário é investir em saúde pública e qualidade de vida, portanto, uma prioridade para o Sanep”, disse.

Moradora há mais de 40 anos da avenida Rio Grande do Sul, Joanna Gularte, de 81 anos, recebeu a notícia com “alívio”, como descreveu. De acordo com ela, que aprecia as tardes de verão em frente à casa, o serviço refletirá em melhor qualidade de vida para a comunidade e valorização da região. “Às vezes, era complicado até para atravessar a rua ou andar na calçada devido ao despejo irregular de esgoto em alguns pontos, além do cheiro ruim, que aumentava no veraneio. Saber que vamos ter rede agora é ótimo, ficamos muito contentes”, comemorou Joanna.

Orientações à comunidade

Desde o início da semana, a equipe de Assistência Social da autarquia tem visitado a localidade para conversar com os moradores a respeito da intervenção, explicando tanto as mudanças que ocorrerão na via devido à obra, quanto os impactos sociais gerados pela coleta e tratamento do esgoto. “O objetivo é ambientar a comunidade previamente sobre o que vai acontecer e colocar o Sanep à disposição em caso de dúvidas. É uma oportunidade para ouvir os moradores e explicar que, assim como toda obra, haverá transtorno, mas ele é temporário e necessário para colher os benefícios no futuro”, afirmou Michele.

A população também já vem sendo informada quanto aos procedimentos necessários para solicitar a ligação de esgoto, bem como as intervenções que precisam ser feitas no imóvel para adequá-lo ao serviço. A previsão é de que a obra seja concluída em dois meses, dependendo das condições climáticas no período.

ETE Laranjal

Inaugurada em dezembro de 2007, a Estação de Tratamento de Esgoto do Laranjal fica localizada na avenida Senador Joaquim Augusto Assumpção e está conectada a mais de 15 quilômetros de redes coletoras, atingindo mais de 1,2 mil famílias do bairro. A nova tubulação na Rio Grande do Sul será ligada à rede já em operação na Espírito Santo, onde está localizado o Coletor Geral para ser direcionado ao tratamento na ETE Laranjal.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome