Pelotas cadastra 500 unidades no Minha Casa Minha Vida

Projeto prevê a construção de moradias em lotes nas Três Vendas. (Foto: Michel Corvello/Prefeitura Municipal de Pelotas)

A Prefeitura de Pelotas cadastrou 500 novas unidades no Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), divididas em dois lotes localizados nos fundos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Caruccio, entre as avenidas Leopoldo Brod e Zeferino Costa. A inscrição integra o cadastro reserva do programa e é válida para 2024. Se aprovadas, as 500 unidades cadastradas se juntam às 260 que já estão em construção pelas parcerias com o Ministério Público e o Governo do Estado pelo programa Avançar Habitação.

As áreas selecionadas atendem às novas exigências do MCMV Faixa 1/FAR, além de comportar número alto de moradias no local. Conforme a secretária interina de Habitação e Regularização Fundiária, Cláudia Leite, as áreas cadastradas estão dentre as mais qualificadas. “As unidades inscritas cumprem com os novos requisitos do programa, sendo consideradas áreas superiores e, portanto, estão à frente na seleção comparadas às áreas mínimas.”

Este é o primeiro passo do planejamento do Município para reduzir o déficit habitacional que, hoje, é de aproximadamente 13 mil unidades. “Há planos para mais projetos, mas, primeiro, precisamos da liberação do Governo Federal para que isso ocorra.” afirma Cláudia.

Projetos em andamento

Em parceria com o governo estadual, pelo programa Avançar Habitação, estão em construção, em Pelotas, 219 unidades habitacionais e 200 banheiros. Ao todo, são 165 casas no bairro Getúlio Vargas, 36 na Estrada do Engenho e 18 na Vila Farroupilha. O investimento é de R$ 21,6 milhões. Os banheiros estão sendo construídos em várias comunidades vulneráveis, como os loteamentos Santa Cecília e 23 de Maio nas Três Vendas.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome