I Mostra LGBT de Pelotas promoverá o empreendedorismo local

Evento será no sábado (22), das 10 às 20h, na Praça da Alfândega. (Foto: Michel Corvello/Prefeitura Municipal de Pelotas)

O sábado (22) será marcado pela primeira edição da Mostra Pelotas LGBT, das 10 às 20h na praça da Alfândega. O evento tem como objetivo promover a arte, cultura e empreendedorismo destinados e produzidos pela comunidade lgbtqia+ no município. A organização é resultado da parceria entre a Prefeitura, a Universidade Federal de Pelotas/Núcleo de Gênero e Diversidade (Nugen) e o Coletivo Juliana Martinelli e deve se repetir semestralmente.

A programação inclui feira de artesanato, shows de dança e música, desfile de drags, comercialização de doces e salgados artesanais, entre outras atividades. De acordo com a representante da Secretaria de Cultura, Helenira Brasil, a primeira edição promete diversão e diversidade em todos os sentidos. “A nossa intenção é que todos os empreendedores e artistas, a partir dessa Mostra, cresçam cada vez mais, mostrem a capacidade que a comunidade tem de empreender e de fazer tudo aquilo que quiser fazer”, disse.

Ainda de acordo com Helenira, informações e direcionamentos sobre direitos, como a inclusão do nome social, serão passados por equipes especializadas. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) participará com equipes no evento, para levar orientação sobre o funcionamento dos serviços voltados à comunidade lgbtqia+ em Pelotas. “Estamos bastante animados, será um grande evento, um momento de dar visibilidade e mostrar seu potencial para toda a cidade.”, completou.

Homenagens

A primeira edição do evento homenageará nomes importantes na luta contra a LGBTQIA+fobia em Pelotas. As trajetórias da atriz e ativista social Márcia Monks, do fotógrafo e artista plástico Neco Tavares e da ativista e educadora social Juliana Martinelli serão celebradas em exposições no Centro de Vivências Culturais Rendez-Vous, ligado ao Nugen da UFPEL e localizado na rua Dona Mariana, 1.

Empreendedorismo

A equipe do programa Bairro Empreendedor, ligado à Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), deve apresentar à população a Trilha Empreendedora, que começará em agosto, composta por oficinas, rodas de conversa, dinâmicas, palestras e monitorias, que oportunizarão aos participantes avaliar, planejar e implementar ações práticas em seus negócios.

A coordenadora do Programa, Letícia Duarte, diz que entre as temáticas abordadas estarão o uso de redes sociais e o acesso ao microcrédito com juro zero da Prefeitura. “Como lidar com a concorrência, conciliar negócio e família, a abertura/planejamento do empreendimento e a definição do preço de produtos/serviços, entre outros temas”, explicou.

Poderão participar da Trilha Empreendedora todas as pessoas, com 18 anos ou mais, que já empreendem ou que possuem interesse em abrir um negócio.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome