4º Congresso Luso-Brasileiro sobre TEA e Educação Inclusiva será realizado em agosto

O Conlubra busca ser um espaço de interação, diálogo, produção e socialização de saberes. (Foto: Divulgação)

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e a Universidade do Minho (Portugal) realizam, de 21 a 23 de agosto, o 4º Congresso Luso-Brasileiro sobre Transtorno do Espectro Autista – TEA e Educação Inclusiva (Conlubra). O evento será realizado na UFPel, no Auditório da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (Faem).

O evento oportunizará palestras, mesas-redondas, apresentação de comunicações, pôsteres e grupos focais de discussão distribuídos em cinco nos eixos temáticos. São eles: “Políticas Públicas para Inclusão”, “Intervenção Precoce na Infância”, “Educação Inclusiva”, “Transtorno do Espectro Autista” e “Formação de Professores, Diversidade e Inclusão”.

O Conlubra busca ser um espaço de interação, diálogo, produção e socialização de saberes, mas também de construção de caminhos possíveis para uma educação transformadora e inclusiva. Nesse sentido, abre espaço para que pesquisadores, educadores, famílias e todas as pessoas possam se encontrar, interagir, debater, aprender e construir pontes.

As inscrições para submissão de trabalhos estão abertas até 31 de março. A programação completa, orientações para inscrição e outras informações podem ser acessadas no site do evento.

A organização é do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Cognição e Aprendizagem (NEPCA/UFPel) e do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) da Universidade do Minho, em parceria com outras universidades brasileiras.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome