Pelotas: Reabertura do Boteco do Cruz resgata cultura gastronômica

Segundo os novos coordenadores, o local recebeu mais de duas mil pessoas na primeira semana após a reinauguração. (Foto Divulgação)

Por Augusto Santos

Encontros de todos os públicos, todas as tribos, com requintes de uma saudade que não cabia mais no peito de cada um. Sucesso de público, a reabertura do Boteco do Cruz aconteceu no dia 17 de junho. O espaço estava fechado há cerca de quatro anos e voltou com força total sob a coordenação dos irmãos e empresários Humberto e Felipe Zanusso.
“Expectativa superada em todos os sentidos, de público e nossa proposta. Alguns necessários ajustes a gente vai fazendo aos poucos para melhorar cada vez mais”, garante Felipe.

Na sua rede social, o farmacêutico e empresário Gilberto Moura diz que a reabertura do Boteco do Cruz foi a grande notícia da semana. “Programa imperdível para os finais de expediente”, destacou.

Os irmãos e empresários Humberto e Felipe Zanusso são os novos coordenadores do Boteco do Cruz, reinaugurado no dia 17 de junho. (Foto: Divulgação)

Algumas das novidades ficam por conta da revitalização e repaginação do espaço, sem perder a essência que encantou gerações em cerca de seis décadas. O gráfico Paulo Fernando garante que está melhor do que era antes, ‘Sem dúvida alguma. Eu frequento o Cruz há mais de 20 anos. O croquete continua sendo uma delícia, com algo a mais, que eu não sei definir. Está tudo show. Nossa cidade precisa e merece o seu espaço novamente”, comemora, após visitas nos dois primeiros dias de funcionamento.

O contexto gastronômico de Pelotas está de parabéns, está pulsando, está em estado de graça. O croquete, referência nas rodas de chopp ou cerveja entre amigos, está de volta pra delírio da galeria. As redes sociais e rodas de amigos estão bombando. Não se fala noutra coisa que não seja o retorno do charmoso point na esquina das ruas 15 de novembro e Voluntários da Pátria, no coração da Cidade Princesa do Sul.

O que está bom vai melhorar, segundo os novos gestores. Em breve, o horário de atendimento ao público será ampliado. A abertura deixará de ser às 16h e passará para o turno da manhã, com cafeteria e todos os produtos de comida e bebida à disposição do público que curte o qualificado e diferenciado espaço.

Enquanto isso, segue a partir das 16h até meia-noite, de segunda a sexta-feira. E aos sábados, das 11h às 19h, com mocotó ao meio-dia e todos os produtos da casa à disposição.

A economia de Pelotas aplaude a empreendedora iniciativa dos irmãos Zanusso. Em princípio, são 20 novos empregos diretos na estatística do contexto comercial, sem falar dos inúmeros indiretos por conta de produtos adquiridos para a base das delícias que encantam todos os gostos que desfilam pelo espaço. Assim, a tendência é por mais empregos com o selo Boteco do Cruz.

“Estamos todos encantados com o carinho dos clientes e a gratidão a nós por termos topado o desafio de reabrir as portas do Boteco do Cruz, esse patrimônio de Pelotas. Nossa primeira semana circulou mais de duas mil pessoas na casa. Isso nos deixou preocupados com relação ao atender bem a todos, em função da ansiedade de todos com a abertura, o vuco-vuco de pessoas ansiosas por poder reviver o local. Mas correu tudo bem e dentro da expectativa. E estaremos sempre engajados na nossa proposta de entregar o nosso melhor à população, num ambiente democrático e acolhedor”, salienta Humberto.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome