Morro Redondo: Reunião trata da seleção dos beneficiários do Programa de Correção do Solo

Na etapa atual, houve a inscrição de 103 agricultores, que preencheram os requisitos para a obtenção de Cadastro da Agricultura Familiar (CAF). (Foto: Divulgação)

Na última segunda-feira (4), ocorreu a reunião ordinária do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Morro Redondo (COMDERMOR), tendo como pauta a seleção de beneficiários para o Programa Municipal de Correção do Solo.

Na etapa atual, houve a inscrição de 103 agricultores, que preencheram os requisitos para a obtenção de Cadastro da Agricultura Familiar (CAF). Eles também encaminharam as amostras de solo que, após análise feita pela Emater, indicaram as necessidades de correção específicas para cada área de lavoura, pomar ou forrageiras. O cadastramento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDRT) coletou informações do beneficiário e as informações da área a ser corrigida.

O COMDERMOR é formado por representantes das localidades rurais de Morro Redondo, instituições e organizações de produtores, como o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), SMDRT, Associação de Desenvolvimento Comunitário de Produtores Rurais (ADCPR-MR) e Emater-RS/Ascar.

A expectativa de atendimento neste ano deve ultrapassar 100 famílias, sendo que na etapa de priorização foram selecionados mais 20 beneficiários, os quais juntam-se aos 10 priorizados em abril que já estão sendo atendidos.

O Programa Municipal de Correção do Solo vem sendo desenvolvido no município desde 2010, possibilitando a prática de correção e fertilização de solo para cerca de 3 mil hectares. Dentre os resultados do programa, salienta-se o aumento da produtividade nas culturas e criações, tendo como exemplo a cultura do milho, que saltou de 2.400 kg/hectare para 4.200 kg/hectare (produtividade média municipal), tendo diversos produtores atendidos, com produtividade superior a 6 mil kg/hectare.

Em anos anteriores ao programa, cerca de 90% das análises apontavam a presença de alumínio tóxico. Atualmente, o componente aparece em cerca de 15% das análises, enquanto os principais nutrientes – o potássio – passou de 69,3 para 140, e o fósforo de 9,7% para 16,1%, conforme dados das análises medidas em mg/dm³.

O COMDERMOR afirma que os resultados tornam a iniciativa um orgulho para todos os participantes e um diferencial para o município.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome