Autoridades uruguaias intensificam fiscalização na Estrada da Lagoa Mirim

A entrada é permitida apenas de residentes no local ou de trabalhadores mediante comprovação. Foto: Divulgação

O Balneário da Lagoa Mirim (Uruguai) que fica à aproximadamente 20km de Jaguarão, todos os anos recebe veranistas. Porém, devido a pandemia do Coronavírus e aumento do número de casos no Uruguai, as autoridades resolveram intensificar as medidas de prevenção e fiscalização na estrada.

Segundo informou ao Programa Variedades do Ruba, o Comissário Mayor José Galbona, responsável pelo operativo que está fiscalizando a estrada da Lagoa Mirim, diz que só poderão entrar no local aqueles jaguarenses que possuem casas mediante comprovação de documentação e para os familiares que estiverem juntos, deverão apresentar algum documento de parentesco. Galbona ainda informa que essas medidas poderão se estender até o dia 10 de janeiro.

A entrada está proibida para aquelas pessoas que apenas passam o dia no balneário.

A Ponte Internacional Mauá que liga Jaguarão (Brasil) e Rio Branco (Uruguai) está liberada para o transito de fronteiriços mediante apresentação de documentos de identidade e comprovante de residência de Jaguarão.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome