Diogo Nogueira homenageia artistas da MPB durante show em Jaguarão

Show ocorreu no último domingo (Foto: Juliana Lima/JTR)

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Com o Teatro Esperança lotado, na noite de domingo (4), o sambista Diogo Nogueira apresentou seu novo trabalho, “Ta faltando o quê”, seu primeiro lançamento independente.
No palco, o carioca fez uma homenagem a grandes mestres da Música Popular Brasileira (MPB), como Djavan, Cazuza, Gonzaguinha, Tim Maia, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho e a seu pai João Nogueira, além de apresentar músicas de seu último álbum “Munduê”.

Segundo o cantor, o show é um apanhado de momentos de sua carreira trazendo um pouco de tudo, inclusive de músicas que gravadas de artistas que não são do samba, mas que sempre o emocionaram e ajudaram a formar seu gosto musical.

O espetáculo foi uma promoção do Programa “Variedades do Ruba” com o apoio da Prefeitura Municipal de Jaguarão, através da Secretaria de Cultura e Turismo.

Sobre o artista
Com 11 anos de carreira, Diogo Nogueira é um dos principais nomes do atual cenário do samba brasileiro. Artista multimídia, é cantor, compositor, instrumentista, apresentador, estreou como ator em 2015 no musical “SamBRA”, além de apresentador do programa “Samba na Gamboa”, da TV Brasil e também exibido pela TV Cultura.

Comanda ainda o programa de rádio “Batukada Boa”, com uma roda de samba ao vivo, com convidados, na Rádio Transcontinental, São Paulo. Recentemente estreou uma nova roda de samba, no Viaduto de Madureira, no Rio de Janeiro, no evento “Samba de Rua”, numa grande celebração às tradicionais rodas de samba.

Com mais de um milhão de cópias vendidas de seus CDs e DVDs, Diogo foi indicado ao Grammy Latino por todos os seus álbuns – prêmio que venceu por duas vezes. Sua discografia (nove CDs e quatro DVDs) rendeu ao cantor seis discos de ouro, três DVDs de ouro, dois de platina e um de platina dupla. Diogo lançou no final de 2016 o disco “Munduê”, totalmente autoral, comemorando 10 anos de carreira, e é um grande sucesso de crítica e público.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome