Capão do Leão: Melhora do atendimento à Mulher vítima de Violência é discutida em Fórum Rede em Foco

Representantes de órgãos direcionados ao direito da mulher se reúnem para discutir melhorias no atendimento (Foto: Gerson Baldassari/JTR)

O crescimento da demanda da violência contra a mulher em Capão do Leão fez com que o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, órgão subordinado a Secretaria de Cidadania e Assistência Social, realizasse na última segunda-feira (8), na Casa dos Conselhos, a primeira edição do Fórum Rede em Foco, que reuniu representantes do Conselho dos Direitos da Mulher de Capão do Leão, de Secretarias da Prefeitura Municipal, Polícia Civil, Brigada Militar (BM), Patrulha Maria da Penha, Juizado da Violência Doméstica, Ministério Público e representantes da Rede Lilás.
De acordo com a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Capão do Leão, Clarice Aquiar Duarte, o objetivo do encontro foi de dialogar sobre a importância da Rede Lilás, bem como a atuação e comprometimento de seus representantes no enfrentamento e atendimento especializado às mulheres em situação de violência, conforme Decreto nº 063 de 19 de julho de 2018.
O Conselho dos Direitos da Mulher, que tem como slogan A Mulher em Ação (AMA), esclarece que a violência doméstica e familiar contra a mulher passou a ser considerada crime a partir da aprovação da Lei nº 11.340 de 7 de agosto de 2006, denominada de Lei Maria da Penha. Essa lei cria mecanismos para coibir e prevenir a agressão ambientada na convivência familiar tornando-se um instrumento de transformação social.
Dados da violência indicam que a cada 2.6 segundos, uma mulher é vitima de ofensa verbal. A cada 7.2 segundos, uma mulher é vítima de violência física. A cada 6.9 segundos, uma mulher é vítima de perseguição. A cada, 22.5 segundos, uma mulher é vítima de espancamento ou tentativa de estrangulamento. A cada 1.4 segundos, uma mulher é vítima de assédio. A cada 16.6 segundos, uma mulher é vítima de ameaça por arma de fogo.
Ao final, foi comunicado pela juíza titular do Juizado de Violência Doméstica da Comarca de Pelotas, Drª Michele Soares Wollters, que representantes da Rede Lilás de Capão do Leão e demais municípios da Zona Sul se reunirão no dia 21 de agosto com o Juizado para apresentarem os trabalhos que vêm sendo realizados, bem como apresentação das leis vigentes ao tema e discussão de melhorias de atendimento às vítimas de violência doméstica.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome