Canguçu: Câmara realiza audiência pública para debater o transtorno do espectro autista

Audiência foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Vereadores. (Foto: Vivian Mattos)

No dia 18 de agosto, a Câmara Municipal realizou mais uma audiência pública. Desta vez, a reunião foi para tratar sobre a pauta do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ao longo da audiência, representantes da causa fizeram uso da palavra reforçando a importância de proporcionar debates para que estes possam ser ouvidos e atendidos.

Houve debate acerca dos investimentos do poder público na causa e como as discussões devem ser prioridade entre as autoridades, uma vez que o município possui inúmeras crianças, jovens e adolescentes diagnosticadas com TEA. Neste sentido, foi abordado o andamento das obras do Centro de Atendimento às Crianças com Autismo que está sendo construído no município.

A participante da comunidade e supervisora do Núcleo de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação, Clélia Gomes, ressaltou que Canguçu possui cerca de 199 alunos inseridos na educação especial e que o município tem buscado a inclusão destes estudantes através da inserçãos, junto ao acompanhamento dos professores preparados para atuarem na educação especial.

A situação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) no município, que atualmente atende parte de crianças com TEA, também foi discutida com intuito de compreender a demanda e a necessidade do município, bem como tentar buscar soluções para atender a demanda que, de acordo com o secretário de Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos, Eliezer Jorge Timm, é alta.

Ao final da audiência pública o presidente da Câmara, Luciano Bertinetti (MDB), ressaltou que no próximo dia 30 de agosto irá reunir-se com demais colegas, autoridades e interessados, para obter retorno acerca da inauguração do Centro de Atendimento às Crianças com Autismo.

Uma nova audiência será realizada nos próximos dias a fim de reforçar a pauta.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome