Arroio Grande: Ministério Público do Rio Grande do Sul ajuíza ação de execução de multa contra CEEE Equatorial

Além da falta de energia, os consumidores relataram falhas na prestação de informações por parte da empresa. (Foto: Divulgação/CEEE Equatorial)

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) em Arroio Grande ajuizou nesta terça-feira (16), ação de execução contra a CEEE Equatorial, por descumprimento de liminar que determinou prazo para o restabelecimento do fornecimento de energia elétrica no município. A ação pede o cumprimento da multa diária de R$ 15 mil por dia de atraso, a contar do dia 15 de abril.

A ação civil pública havia determinado em 9 de abril, a partir da citação da CEEE Equatorial, prazo de 36 horas na zona urbana e 72 horas na zona rural para o retorno do serviço aos moradores que estão sem luz desde o temporal ocorrido em 21 de março.

Segundo a promotora de Justiça Luana Rocha Ribeiro, que assina a ação de execução, a situação “beira o absurdo, considerando que há consumidores sem o fornecimento de energia há quase um mês, evidenciando o descaso com os usuários”.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome