Mortes de cães em Turuçu estão sendo investigadas

As suspeitas são de cinomose, envenenamento ou intoxicação. (Foto: Pixabay)

As mortes de três cães na Vila Coreia, em Turuçu, estão sendo investigadas pela Secretaria Municipal de Agricultura, Obras, Urbanismo e Saneamento, a Brigada Militar e o Serviço de Vigilância Sanitária. Exames ainda estão sendo feitos para identificar as causas. Na terça-feira (28), a prefeitura divulgou um comunicado por meio de redes sociais alertando a população sobre os cuidados necessários com os animais de estimação.

Uma das principais suspeitas é de cinomose, doença infectocontagiosa causada por um vírus, que atinge principalmente cães filhotes que ainda não terminaram o esquema vacinal ou que não costumam receber o reforço anual da vacina múltipla. Apesar de um dos cães monitorados ter sido diagnosticado com a doença, foram identificados outros que estão doentes, mas não com os mesmos sintomas. O cão com cinomose foi medicado para a doença por um veterinário particular e teve recuperação total.

O médico veterinário da Prefeitura de Turuçu, Rui Schneider, ressalta que quando se trata de cinomose, o processo da infecção acontece em várias etapas no organismo do animal antes do óbito. Em contrapartida, a dona de um dos cães que morreram alegou ao veterinário que o processo ocorreu rapidamente, tirando a suspeita de cinomose. “Então, não é possível afirmar que seja cinomose, assim como surto ou envenenamento, pois é preciso aguardar alguns dias para verificar se tem algum sintoma que possamos diagnosticar, além de tomar muito cuidado com o caso”, conta Schneider.

A situação foi apresentada ao veterinário na segunda-feira (27).  Desde então, ele aponta que uma série de providências estão sendo tomadas, como a localização das casas que possuem cães com problemas de saúde, que estão sendo acompanhados e seguem em observação. O profissional também aponta que possa se tratar de intoxicação, mas de forma isolada, e não causada. No entanto, destaca a importância de aguardar um laudo médico mais aprofundado. Até então, três cães vieram a óbito e um está em estado convalescente.

A Brigada Militar está auxiliando a comunidade e o Poder Público Municipal, alertando para que os moradores, caso observem qualquer tipo de problema de saúde em seus cães, procurem o serviço para que a situação seja averiguada. Caso seja constatado algum animal com suspeita de envenenamento, a Brigada efetuará a ocorrência policial. Denúncias podem ser realizadas por meio do telefone (53) 98145-2741.

A Vigilância Sanitária alerta a população local para o controle da saúde dos cães. Caso haja qualquer atividade fora do comum ou algum sintoma, a recomendação é comunicar o órgão imediatamente, para que seja possível controlar a situação o mais rápido possível. Para isso, basta entrar em contato pelo telefone e WhatsApp: (53) 99241-0473.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome