São Lourenço do Sul: Conselho Municipal do Turismo se posiciona sobre os decretos que envolvem o setor

Presidente Vagner Martins Borck fala sobre o plano de retomada do turismo seguro (Foto: Catarine Thiel/JTR)

Em plena alta temporada do turismo, as praias lourencianas estão vazias, uma realidade bem diferente da vista nos anos anteriores, em que turistas de diversas cidades visitavam o município. O Decreto Estadual nº 55.610 restringe a permanência de pessoas na praia e na água, sendo permitida apenas a prática de atividades físicas. Assim, a atividade turística fica comprometida e os estabelecimentos que necessitam dela para seu sustento não atingem seus objetivos.

Em São Lourenço do Sul, um grupo de empresários do setor turístico – hotéis, restaurantes, bares, lojas, entre outros – criou o Conselho Municipal do Turismo (COMTUR) para organizar as demandas da cadeia, com objetivo de nortear as ações envolvendo o desenvolvimento do turismo. O conselho deliberativo leva as demandas do setor para os órgãos municipais, tanto Executivo como Legislativo.

O atual presidente Vagner Martins Borck comentou que o COMTUR é contrário ao fechamento do comércio e das praias. O conselho defende que devem ser seguidos protocolos rígidos de segurança e higiene, além de manter a fiscalização. “A gente entende que a atividade turística não pode parar, nós geramos emprego e também renda para o município”, disse.

Adiantando isso, o COMTUR organizou um plano de retomada do turismo seguro em parceria com o Sebrae e a Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio, visando preparar o comércio para receber lourencianos e turistas. Dentro deste plano foi desenvolvido o selo “Ambiente Limpo e Seguro”, entregue aos empreendimentos que seguem os protocolos de segurança e higiene para a contenção da Covid-19.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome