“Estamos no colapso da situação hospitalar no município do Rio Grande”, afirma prefeito

Foto: Divulgação

Essa foi a manifestação inicial do prefeito Fábio Branco, durante a transmissão feita pela página da Prefeitura no Facebook, na segunda-feira (15) à noite, junto com a secretária de município da Saúde, Zelionara Branco. O chefe do Executivo relatou sobre a gravidade da situação na cidade, que ainda da permanece em bandeira preta. Antecipou que novas medidas vão ser adotadas pela administração municipal no transcorrer da semana e disse que, nesse momento, o importante é respeitar o distanciamento social, os cuidados com a higienização e a manter o isolamento.

Fábio Branco disse que “Rio Grande não está diferente de outros locais e muitas pessoas ainda não perceberam a gravidade do que momento que estamos vivendo”. O prefeito se mostrou bastante preocupado com a situação no município, também, em relação às internações. Na reunião do Comitê Municipal Técnico em Saúde, nesta segunda-feira, a lotação dos leitos foi tema principal. Nesta data, o prefeito citou que existem seis pacientes no HU a espera de vaga em UTI para Covid-19.

O prefeito comentou que não há solução só com recursos financeiros, sejam públicos ou privados. Fábio Branco disse que é contrário ao fechamento do comércio e que é preciso as pessoas compreendam a gravidade da situação e que elas tenham consciência, respeitem um ao outro e deixem de fazer certas atividades, como férias, passeios, aniversários e outros tipos de aglomerações. Devido à bandeira preta, “o comércio está fechado, mas os números estão aumentando”. Vamos intensificar a fiscalização, disse o prefeito.

A secretária da Saúde, Zelionara Branco afirmou que muitas pessoas que não estão trabalhando, também, não estão contribuindo com esse momento, pois, de acordo com ela, permanecem nas ruas, em aglomerações, em praças, passeando. “Não é o momento”, acentuou.

Semanas críticas

Zelionara disse que todos os esforços que se faz são para dar conta da situação e ampliar a oferta de leitos. Mas o aumento de casos é ainda maior, com o acréscimo de que Rio Grande é uma referência para outros municípios da região, sendo que 50% das internações na cidade são de outras localidades. “As próximas duas semanas vão ser muito críticas”, alerta a secretária, lamentando que “chegamos no limite para leitos de UTI”, lamenta a secretária.

Além disso, a secretária relatou que há dificuldade para se conseguir novos profissionais para ingresso imediato, fato registrado em várias cidades e estados brasileiros, conforme lembrou o prefeito. “Temos capacidade para aumentar o atendimento na Santa Casa, há estrutura, mas não há recursos humanos”, reforçou Fábio Branco.

Vacinas em idosos

Nesta quarta-feira (17), a Secretaria da Saúde vai vacinar idosos com idade de 78 e 79 anos, numa estrutura de drive-thru a ser montada no estacionamento do Praça Shopping Rio Grande. A vacinação ocorre a partir das 9h. A Secretaria vai disponibilizar 500 doses para esse público e permanecerá no local, no mínimo, até as 14h.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome