Rio Grande: Grupo de pesquisa sediado na FURG rumo a mais uma expedição na Antártica

Equipe reúne pesquisadores da FURG e outras 8 instituições de ensino superior do Brasil, Portugal, África do Sul e Holanda. (Foto: Divulgação)

A Operação Antártica (Operantar) leva, anualmente, diversos pesquisadores para conduzir estudos no continente antártico, dentro do escopo do Programa Antártico Brasileiro (Proantar). Recentemente, o Grupo de Oceanografia de Altas Latitudes (Goal) saiu em nova expedição rumo ao continente gelado. A equipe, que é sediada no Instituto de Oceanografia da FURG (IO), integra também pesquisadores da USP, UFBA, UERJ, UFC, IEAPM-RJ, FCUL-Lisboa (Portugal), Universidade de Pretória (África do Sul) e Universidade de Groningen (Holanda).

Sobre a expedição

Durante a Operantar XLI os pesquisadores irão navegar ao redor da Península Antártica para medir parâmetros hidrográficos da água do mar, coletar amostras biológicas (desde microorganismos a grandes baleias) e químicas. Essas informações serão fundamentais para uma melhor compreensão do funcionamento dos ecossistemas marinhos e identificar as alterações que vêm sofrendo. O Goal atua nessa região da Antártica há mais de 20 anos, adquirindo umas das séries temporais oceanográficas mais robustas da região. Estes dados têm fomentado o avanço da ciência que subsidia políticas públicas para a conservação daquela região tão importante para o clima e a biodiversidade do planeta.

Fotos: Divulgação

A Operantar ocorre todos os anos, no âmbito do Programa Antártico Brasileiro, com apoio da Marinha do Brasil, da Força Aérea Brasileira, da Estação de Apoio Antártico da FURG, do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, Ministério do Meio Ambiente, do INCT da Criosfera, do CNPq e da CAPES.