Inaugurado novo prédio do Foro de Rio Grande

Novo prédio do Foro de Rio Grande possui sete pavimentos. (Foto: Mário Salgado)

“Esta não será somente uma Casa da Justiça, mas também um local onde haverá paz, diálogo e forte relacionamento institucional”. A declaração foi do Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Desembargador Voltaire de Lima Moraes, durante a solenidade de inauguração no novo prédio do Foro e Instalação do 2º Juizado da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Grande, ocorrida na tarde desta quinta-feira (18).

O Presidente Voltaire destacou a importância da harmonia dos Poderes, com mútuo respeito entre todos, como forma de buscar as melhores soluções para a sociedade. “Aqui temos um exemplo deste fato, eis que está ao nosso lado nesta mesa o prefeito de Rio Grande, Fábio Branco (MDB), que auxiliou o Judiciário, em nome do Município, a encontrar o local ideal para a cedência da área na qual foi construída este lindo prédio que servirá para aperfeiçoar ainda mais o trabalho desenvolvido para a nossa sociedade”, disse o Presidente.  “A comunidade de Rio Grande, cidade mais antiga do Estado, está de parabéns por esta importante conquista”, disse ele, acrescentando que “estamos criando melhores condições de trabalho aos magistrados, servidores, estagiários e Operadores do Direito que vivem e crescem profissionalmente aqui”.

A Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak, em seu discurso, afirmou que a inauguração demonstra o reconhecimento da administração pelo trabalho desempenhado por todos integrantes da Justiça em Rio Grande, mesmo em meio à pandemia que prejudicou toda a humanidade. “A Administração liderada pelo Presidente Voltaire não mediu esforços para a conclusão desta obra, apesar de todas as dificuldades impostas por um tempo com acontecimentos incomuns. “

A Diretora do Foro de Rio Grande, Juíza Fernanda Duquia Araújo, agradeceu o empenho e a capacidade de gestão da Administração do Tribunal de Justiça que propiciou a obra que vai beneficiar a região. “Temos agora um Foro compatível com a importância da nossa Comarca no Estado, sendo a mais antiga das existentes, e que tem marcas históricas como, por exemplo, a criação do Juizado de Pequenas Causas que iniciou neste município”, disse ela.

Já o Juiz de Direito Christian Karam da Conceição, Titular da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Grande, por sua vez, enfatizou que o alto índice de criminalidade em Rio Grande justifica a criação de uma nova unidade judiciária.  “A taxa de crimes na cidade nos últimos 12 meses, infelizmente, superou até mesmo a média global no Estado, sendo muito ampla do que, por exemplo, Pelotas, que é nosso município vizinho”.

O prefeito de Rio Grande, Fábio Branco (MDB), afirmou que a inauguração vai revitalizar a região conhecida como “Centro Cívico” de Rio Grande, onde também já está instalado o prédio do Ministério Público Estadual. “Queremos agradecer a Administração do TJ por esta linda obra que irá valorizar ainda mais nosso município” disse ele.

Durante a solenidade também foi realizada homenagem ao servidor da Comarca, Adilson Luiz Caetano Farias, falecido em setembro de 2020 em decorrência da Covid-19. Na oportunidade, ocorreu a instalação de uma placa na entrada do Salão do Júri, em agradecimento ao longo tempo de serviços prestados ao Judiciário, onde atuou por quase 40 anos. Familiares do servidores prestigiaram o descerramento da placa.

O novo prédio do Foro está localizado na rua Apody dos Reis , s/nº, no Centro Cívico. A denominação da rua que sedia o prédio é uma homenagem ao Juiz falecido em 2011, que ingressou na magistratura na década de 70, tendo atuado nas Comarcas de Erechim, Flores da Cunha, Santa Vitória do Palmar, Rio Grande e Porto Alegre. Familiares do magistrado também acompanharam a cerimônia.

Presenças

A cerimônia contou com a presença da 1ª Vice-Presidente do TJRS, Desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro, do 2º Vice, Desembargador Ícaro Carvalho de Bem Osório, dos Presidentes dos Conselhos de Comunicação Social, Desembargador Antonio Vinicius Amaro da Silveira, de Relações Institucionais, Desembargador Cairo Roberto Rodrigues  Madruga e de Informática, Alberto Delgado Neto, além da Presidente do Conselho de Administração, Planejamento e Gestão (CONAD), Desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira e do Desembargador João Moreno Pomar, juntamente com os(as) magistrados(as)  de Rio Grande Aline Borghetti, Ângela Garcia, Carolina Granzotto, Cleber Pires, Cristiane Strelau, Fabiana Baldino, Fernando Aranalde, Fúlvia Thormann, Régis Conrado e  Roger Leal , além do Juiz-Corregedor Luís Antônio de Abreu Johnson, coordenador da região.

Prestigiaram a solenidade o presidente da Câmara Municipal, Filipe Branco (MDB), os representantes do Ministério Público, Promotor Marcelo Thormann, da Defensoria Pública, Thais Siqueira, da Procuradoria-Geral do Estado, Guilherme Kunert, da OAB/RS, André Monteiro, da AJURIS, Juiz de Direito Ricardo Hamilton, da Polícia Federal, Delegado Pedro Alves, do 5º Distrito naval, Capitão de Fragata Elise Campos, o Assessor da Presidência, Ivandre Medeiros, além dos  Diretores  do DINFRA, Giovani Lino, da DITIC, Antônio Braz, de Logística do TJ, Ana Paula Zacarias, entre outras autoridades.

O prédio

A nova edificação, com projeto arquitetônico desenvolvido pelo DINFRA entre os anos de 2014 e 2015, tem 16.186 metros quadrados de área dividida em sete pavimentos, com  capacidade para a instalação de 17 Varas, além da Central de Atendimento ao Público, Salão do Júri, Contadoria e Distribuição, Central de Mandatos, Oficiais de Justiça, salas de conciliação, e apoio psicossocial e CEJUSC. O prédio atende às normas de acessibilidade, com sanitários, sinalização visual e tátil e acessos adaptados. O prédio possui características sustentáveis, como captação de águas pluviais e reutilização nos lavatórios para limpeza e manutenção predial, além de “telhado verde”.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome