Rio Grande: Prefeitura discute meios legais para manutenção do modelo de escola cívico-militar

Prefeito ressalta que escola obtêm bons resultados e busca continuar o projeto. (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal do Rio Grande)

Na tarde de quarta-feira (19) o prefeito Fábio Branco (MDB) esteve em reunião com a secretária adjunta da Educação de Rio Grande, Cecília Pucinelli, e a secretária adjunta da Procuradoria Geral do Município, Maria Teresa Corrêa. O objetivo foi dar encaminhamentos inicias com vistas à discussão de alternativas legais que possibilitem a manutenção dos moldes de ensino da Escola Municipal Cívico-Militar Cipriano Porto Alegre, tendo em vista o anúncio feito pelo governo federal da extinção do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) no país.

Durante a reunião, o prefeito de Rio Grande manifestou preocupação com o anúncio. “É uma preocupação nossa, tendo em vista os excelentes resultados que nós tivemos na escola hoje implantada no município, que é a Cipriano Porto Alegre. A nossa avaliação sobre a escola é muito positiva, e nosso interesse inclusive é o de ampliar o modelo”, disse o chefe do Executivo Municipal.

Por esta razão, a Prefeitura criou um grupo de trabalho composto por membros da Secretaria da Educação e da Procuradoria-Geral do Município, com vistas a identificar caminhos jurídicos que permitam à administração municipal a composição de um projeto semelhante, entretanto de cunho municipal, além da ampliação da modalidade de ensino para outras escolas da cidade que manifestem o interessem em oferecer o método de ensino. Algumas alternativas já estão sendo estudadas pelo grupo.

De acordo com a Secretaria de Educação, em Rio Grande outras duas escolas já haviam manifestado interesse pelo modelo cívico-militar: a Escola Municipal de Educação Fundamental (EMEF) Viriato Corrêa e a também EMEF França Pinto.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome