Campeões da raça Devon na Expointer são da Cabanha Boeck, de Encruzilhada do Sul

Na categoria fêmea, o Grande Campeonato foi para a vaca Saudade Barão 5517. (Foto: Spolavori Fotografias)

O touro Fazendeiro de Santa Alice 2122, box 967, da Cabanha Boeck, de Encruzilhada do Sul (RS), conquistou o título de Grande Campeão da raça Devon na 44a Expointer. O reprodutor pesa 850 quilos e está prestes a completar três anos, em outubro.

Na categoria fêmea, o Grande Campeonato foi para a vaca Saudade Barão 5517, box 964, com 622 quilos e três anos e 11 meses de idade, que está prenha. Uma curiosidade é que a fêmea é mãe da Reservada Grande Campeã, do box 962, terneira de apenas um ano de idade. Os dois exemplares também pertencem à cabanha Boeck, do criador Everton Oliveira Boeck, único criador da raça participante da exposição deste ano, com seis exemplares.

O pecuarista comemorou as conquistas fazendo planos para a propriedade. “Pretendemos começar a retirada de embriões da Grande Campeã ainda em 2021. Além disso, trabalhamos para ampliar e aumentar o número de matrizes. A Expointer está sendo uma ótima oportunidade de reconhecimento por parte de amigos e criadores, tomamos gosto e agora vamos participar de outras feiras e já pensamos em voltar a Esteio em 2022”, projeta Boeck, criador de Devon desde 2019 e um dos associados mais recentes da Associação Brasileira de Criadores de Devon e Bravon (ABCDB).

O trio de jurados foi composto pelo diretor técnico da ABCDB Lucas Hax, de Pelotas (RS), Luiza Ramos Ribeiro, de Lages (SC) e Otávio Jacques, de André da Rocha (RS), todos integrantes do Conselho Técnico da Associação. “Todos os animais apresentados são de extrema qualidade e muito carniceiros, a Cabanha Boeck está no caminho certo”, garante Jacques.

Para a presidente da ABCDB, Simone Bianchini, “os animais premiados são exemplares excelentes e a Cabanha Boeck representou muito bem a raça. Participar em Esteio é importante porque marca o início dos remates de primavera no Rio Grande do Sul, por isso a Expointer atrai também a atenção de criadores de outras regiões. Continuaremos trabalhando para que em 2022 tudo volte à normalidade”, afirma.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome