CPI da Pandemia aprova relatório e pede 80 indiciamentos

(Foto: Pedro França/Agência Senado)

Após seis meses de trabalho, e 69 sessões, a CPI da Pandemia, do Senado Federal, encerrou os trabalhos com a aprovação, por 7 votos a 4, do relatório da Comissão, que pede o indiciamento do presidentes Jair Bolsonaro por nove crimes e de outros 79.

Votaram para a aprovação do relatório os senadores Omar Aziz (PSD), presidente da Comissão, Eduardo Braga (MDB), Renan Calheiros (MDB) e Tasso Jereissati (PSDB). Foram contrários o relatório os senadores Eduardo Girão (Podemos), Marcos Rogério (DEM), Jorginho Mello (PL) e Luis Carlos Heinze (PP).

A reunião de hoje foi iniciada ainda pela manha. Foram lidos três relatórios paralelos. O relator também leu o complemento do seu texto. No encerramento, foi prestada homenagem aos 606 mil mortos pela Covid-19, com um minuto de silêncio.

Para a manhã de quarta-feira (27), esta prevista a entrega do relatório para o procurador-geral da República, Augusto Aras. O relatório segue também para outros órgãos.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome