Eleições 2020: Horário de votação será ampliado em uma hora

Foto: Divulgação

*Com informações da Assessoria de Imprensa

A pandemia do novo coronavírus tem feito com que muitos segmentos sofram adaptações. Na situação das eleições municipais 2020 não poderia ser diferente e, portanto, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Roberto Barroso, decidiu na quinta-feira (27) ampliar o horário de votação para tentar reduzir as aglomerações nas sessões eleitorais.

O horário das 7h às 17h no primeiro turno, em 15 de novembro, e no segundo, para o dia 29 de novembro, foi definido após análise de estatísticas do tribunal e avaliação de uma consultoria técnica, formada por especialistas do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Insper, Fiocruz e Universidade de São Paulo (USP).

O TSE também definiu, por orientação da consultoria sanitária formada pela Fiocruz, Hospital Sírio Libanês e Hospital Albert Einstein, que haverá horário de votação preferencial de 7h às 10h para pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus.

De acordo com o ministro, o horário foi antecipado para as 7h e não prolongado até as 18h devido a questões de deslocamento e violência. “Não foi possível estender para mais tarde do que isso porque, em muitas partes do Brasil, depois dessa hora, há dificuldade de transporte e há problemas de violência”.

Além disso, Barroso garantiu que todas as medidas de segurança contra a Covid-19 serão aplicadas e que será disponibilizado aos eleitores álcool em gel para a desinfecção das mãos no local. “Nós estamos fazendo todo o possível para conciliar, na maior medida, a saúde pública da população com as demandas da democracia. É votando nas eleições municipais que você define o destino da sua cidade e, em última análise, os rumos do Brasil. Vote consciente”, afirmou o presidente do TSE.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome