Tempo firme e temperaturas mais elevadas marcam o fim de semana na Região Sul

A massa de ar quente que ingressou pelo Oeste irá atuar de maneira mais intensa nesta sexta-feira (7) provocando um calor úmido. (Foto: Arquivo/Família Cardoso)

O fim de semana na zona sul do Estado será com tempo atípico para essa época do ano. Isto porque o ar seco permanece na atmosfera nos próximos dias, causando uma elevação acentuada nas temperaturas, principalmente durante a tarde.

A massa de ar quente que ingressou pelo Oeste irá atuar de maneira mais intensa nesta sexta-feira (7) provocando um calor úmido. De acordo com a MetSul Meteorologia, este padrão de temperaturas muito acima da média no período da tarde, com a presença do sol, vai persistir por um longo período na região, conforme mostram os modelos meteorológicos.

Já a Somar Meteorologia projeta que, ao menos até o final de domingo (9), as temperaturas seguirão altas e, a partir de segunda-feira (10), os termômetros voltarão a marcar temperatura mais amena, sem previsão de chuva.

Por sua vez, a Climatempo prevê tempo firme para a Zona Sul com tendência de sol e nevoeiro ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde em todas cidades da região.

Em Pelotas, o sábado terá amanhecer com nevoeiro e temperatura mínima de 17ºC. durante a tarde, a máxima deve ultrapassar os 23ºC. Em Arroio Grande, a mínima logo cedo será de 15ºC e a máxima chega aos 23ºC. Já em Arroio do Padre, a mínima será de 16ºC e a máxima chega aos 25ºC. Piratini amanhece com 15ºC e terá máxima de 23ºC.

No domingo (9), o tempo segue semelhante na metade sul quando o amanhecer em Rio Grande terá temperatura de 15ºC e a máxima chega aos 23ºC. Em Cerrito, a mínima será 17ºC e a máxima chega aos 26ºC. Morro Redondo terá mínima de 17ºC e máxima de 24°C. Em Pinheiro Machado, a mínima será de 16ºC e a máxima de 23ºC. Em Jaguarão, na fronteira, o domingo também será de tempo firme com mínima de 18ºC e a máxima chegando aos 26ºC.

Dessa maneira, o pré-inverno está prestes a “entrar de férias” no Rio Grande do Sul. E não apenas aqui. Conforme a MetSul, uma grande massa de ar quente com temperatura muito acima da média vai tomar conta de uma extensa área da América do Sul ao menos até a metade do mês, trazendo condições radicalmente distintas do normal para o clima de junho.

O meteorologista Mateus Teixeira, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) comenta sobre o fenômeno. “Essa elevação das temperaturas que deveremos perceber até domingo se deve a um bloqueio atmosférico que está atuando sobre o Oceano Pacífico. Esse bloqueio atmosférico faz com que os fenômenos meteorológicos tenham dificuldade de passar por uma região. No nosso caso, esse bloqueio fará com que os ventos venham do Norte, trazendo, portanto, ar quente e aumentando a temperatura na nossa região. Entre domingo e segunda-feira, deveremos ter a passagem de uma frente fria, mas sem grandes consequências em relação à chuva para a nossa região. Essa frente fria deverá trazer uma queda nas temperaturas, especialmente na noite de segunda e madrugada de terça. Mas atenção: para além de domingo, temos uma tendência, que deverá ser acompanhada dia a dia, para verificação de possíveis alterações nas previsões para o início da semana que vem”, pontou ele.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome