Como manter a saúde do seu pet na estação mais quente do ano

É necessário manter cuidados para que os animais também aproveitem a estação (Foto: Reprodução/Pixabay)

A chegada do verão é muito esperada por algumas pessoas, afinal, é um momento de férias, viagens à praia e de aproveitar os dias ensolarados. Mas para os pets, essa é uma estação que pode trazer um pouco de desconforto e, se não receberem a atenção necessária, o calor excessivo pode causar sofrimento e risco à vida do animal. Por isso, enquanto tutor de um pet, é preciso tomar alguns cuidados para manter a saúde e a felicidade do animal.

Algumas raças de cães, por exemplo, tendem a sofrer mais que outras com o calor devido a sua especificidade genética. Cães oriundos de regiões mais geladas e que foram introduzidos no clima tropical como Chow Chow e São Bernardo, são animais com pelagem muito densa e maior porcentagem de gordura corporal e, portanto, os cuidados devem ser redobrados. Ainda, há os cães braquicefálicos, ou seja, com o focinho achatado, como Pequinês, Buldogues e Shih Tzu, e por conta do formato anatômico do focinho há uma dificuldade na troca de calor pela respiração, fazendo com que sofram mais com as altas temperaturas.

O médico veterinário Gino Luigi Bonilla Lemos Pizzi explica que durante o verão também é normal que algumas doenças tenham maior ocorrência nos pets. “Dezenas de doenças são mais comuns nessa época do ano, passando desde a infestação de parasitas como pulgas, piolhos e carrapatos, até mesmo a transmissão de doenças como a leptospirose pelos mosquitos e babesiose por carrapatos marrons”, conta.

Como dica para evitar esses problemas ele diz que “manter o ambiente limpo é de extrema importância para evitar a disseminação de doenças e vetores. Além disso, manter a higiene dos animais também é fundamental. O uso de medicamentos contra pulgas e carrapatos deve ser feito sob orientação do médico veterinário para cada caso”, explica.

Para te ajudar a proteger o seu pet e mantê-lo saudável durante o verão, o profissional respondeu algumas perguntas.

Como proteger meu pet do calor?
Assim como nós, os pets possuem formas de se proteger das altas temperaturas e de trocar calor com o ambiente, mantendo a temperatura corporal estável. Os pelos são a principal forma de proteção térmica e contra queimaduras de pele, portanto é recomendável que se façam tosas moderadas para diminuir o comprimento, não sendo indicada a retirada completa. O ideal também é ter ambientes com sombra e ventilação para que os próprios animais consigam deixar seu organismo regular sua temperatura, evitando, por exemplo, deixar os pets dentro de carros fechados durante os dias quentes. E o principal é água límpida e fresca, para que se mantenham hidratados.

Quais cuidados especiais são necessários ter para passear com o pet no verão?
O principal é evitar os horários de maior incidência do sol (entre 10 horas e 14 horas), visto que aumenta muito a temperatura do solo. Isso acarreta em pisos extremamente quentes (como pedras e asfalto), levando a queimaduras e lesões importantes nas almofadas plantares dos membros dos pets. Evitar passear longas distâncias por grandes períodos de tempo sem oferecer água é o ideal.

Cachorros podem entrar no mar?
Não há restrições quanto à água do mar em si, mas os cuidados devem ser redobrados para evitar afogamentos devido à maré. Contudo, há outros pontos a se atentar. O primeiro é tomar bastante cuidado com corpos estranhos (como cacos de vidros oriundos de garrafas quebradas) ou de ingestão de alimentos e outras substâncias que estiverem pela areia. Outro ponto importante é que os cães e gatos são hospedeiros intermediários de um parasita de pele que pode afetar os seres humanos, a chamada larva migrans cutânea. Os ovos desse parasita são eliminados junto com as fezes dos pets e, uma vez no ambiente, as larvas eclodem e podem entrar na pele dos humanos, levando a lesões avermelhadas e com bastante coceira. Coletar os dejetos de seus animais é fundamental para evitar essa doença.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome