Aeroporto Salgado Filho só deve reabrir em setembro

Paralelamente, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou a suspensão da comercialização de passagens aéreas para voos de e para o Salgado Filho, visando resguardar os interesses dos usuários do transporte aéreo. (Foto: Marcelo Tonetto/Secom/Divulgação)

A Fraport, concessionária que administra o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, deve solicitar mais 90 dias de interdição das operações aéreas no terminal internacional, o que resultaria na reabertura somente em setembro, conforme confirmado pela Aeronáutica nessa terça-feira (14). No entanto, a concessionária negou a informação, declarando que o pedido de interdição se estende apenas até 30 de maio, conforme o que já havia sido anunciado.

Paralelamente, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou a suspensão da comercialização de passagens aéreas para voos de e para o Salgado Filho, visando resguardar os interesses dos usuários do transporte aéreo. Essa medida deve permanecer em vigor até uma nova avaliação pela Agência.

O Aeroporto Salgado Filho foi fechado em 3 de maio devido às intensas chuvas na região, o que resultou no alagamento do terminal e da pista. O Ministério dos Portos e Aeroportos aguarda a baixa da água para que a Fraport possa avaliar os danos causados, especialmente na área de pousos e decolagens.

A Fraport comunica possíveis alterações através de mensagem Notam, tendo solicitado o adiamento da reabertura do aeroporto. A Força Aérea Brasileira (FAB) esclareceu que não houve, até o momento, pedido de ampliação da vigência da interdição para além de 30 de maio.

A concessionária informou que as operações continuam suspensas por tempo indeterminado e que os danos causados pela enchente ainda precisam ser avaliados. Enquanto isso, estão trabalhando para viabilizar voos comerciais em menor escala a partir da Base Aérea de Canoas, com autorização para operar cinco voos diários.

Nota da Fraport

“A Fraport Brasil esclarece que não procede as informações que circulam na imprensa sobre uma data de reabertura do aeroporto de Porto Alegre e reitera que segue válido até o dia 30/5 o NOTAM (Notice to Airman) emitido no último dia 6/5. A concessionária informa ainda que as operações no Porto Alegre Airport seguem suspensas por tempo indeterminado. No momento, não temos uma estimativa dos danos causados pela enchente. Após as águas baixarem, teremos condições de avaliar em detalhes os impactos na infraestrutura aeroportuária.

Vale ressaltar que estamos trabalhando para viabilizar os voos comerciais (para passageiros e cargas), em menor escala, a partir da Base Aérea de Canoas. No momento, a Fraport Brasil recebeu a autorização para operar cinco voos diários.”

*Com informações do g1 RS

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome