Inter domina a partida, mas perde nos pênaltis e é eliminado da Libertadores

Taison balançou as redes no primeiro tempo, mas gol foi anulado por impedimento no início da jogada. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O Internacional tentou o gol de todas as maneiras, mas não conseguiu marcar no Beira-Rio, em partida contra o Olímpia. O empate sem gols nos dois jogos fez com que a partida fosse para os pênaltis. Thiago Galhardo perdeu a última cobrança, o time paraguaio converteu as cinco e se classificou para as quartas de final da Copa Libertadores.

A partida começou aberta, com chances para os dois times. O Olímpia, inclusive, não esteve acuado, mesmo atuando fora de casa. No decorrer da partida, no entanto, o Inter passou a dominar o jogo e acertou a trave aos 22 minutos, em chute de Taison, após arrancada. Aos 26, o jogador até balançou as redes, mas o impedimento foi marcado no lance, após belo lançamento do campo de defesa para Galhardo e bola cruzada na área.
Aos 32, Dourado desperdiçou chance após cruzamento na área. O meia chutou por cima do gol. Pouco depois, foi a vez de Galhardo chutar no canto direito da meta do Olímpia, perdendo mais uma chance.

No segundo tempo a tônica do jogo se repetiu. O Colorado dominou as ações, ficou mais com a bola e teve boas chances. Antes dos 10 minutos, foram duas perdidas, com Galhardo e Moisés.

Aos 21 minutos, o torcedor colorado quase pôde soltar o grito de gol. Taison sofreu pênalti, Edenilson cobrou e o goleiro Aguilar defendeu a cobrança.

O jogo terminou 0 a 0, mesmo placar da partida de ida, e foi para os pênaltis. Edenilson abriu as cobranças, e desta vez marcou. Boschilia, Moisés, Maurício também marcaram. Galhardo bateu alto e perdeu a quinta cobrança do time gaúcho. Derlis González cobrou a última pelo Olímpia e marcou. O time paraguaio acertou todas as cobranças e se classificou. Agora, enfrentará o Flamengo nas quartas de final da competição.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome