Grupo Borogodó abre inscrições para Festival de Teatro online

Gabriel Botelho e Junior Sifuentes (Créditos: Suzana Witt/Divulkgação)

De 2 a 22 de fevereiro estarão abertas as inscrições para o 1º Festerê, Festival de Teatro para Infância e Juventude, criado pelo Grupo Borogodó, de Porto Alegre, em parceria com a 5 Atos Produções. O evento virtual selecionará 18 espetáculos infanto-juvenis e nove oficinas artísticas dos segmentos teatro, música, dança, circo, literatura, artes visuais e brincadeiras populares. 

O festival, dirigido pelo artista Gabriel Botelho, aposta em uma linguagem divertida para envolver o público em situação de isolamento social com brincadeiras, desafios e muita interação virtual. Com uma programação totalmente online e gratuita, parte dos espetáculos contará com legendas, interpretação em LIBRAS e reserva de vagas para artistas autodeclarados Pessoa com Deficiência.

Contemplado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, além de artistas, oficineiros e companhias, o Festerê irá remunerar cerca de 30 profissionais da área da cultura, entre eles produtores, designers, editores e músicos.

Nas palavras do diretor Gabriel Botelho: “Idealizar e concretizar a produção de um festival com certeza é a realização de um sonho, pois isso impacta direta e positivamente na vida de muitos outros artistas e técnicos da cultura, à medida que também se torna uma ação potente de produção cultural na cidade de Porto Alegre, o que acaba por virar uma marca, uma parte da identidade dela. Por isso, é preciso que se defenda e fortaleça leis de resgate à cultura como a Aldir Blanc, já que foi graças a ela que impulsionamos nossas atividades e podemos gerar renda e trabalho para outros colegas artistas do Rio Grande do Sul.”

Sobre o Grupo Borogodó

O Grupo de Teatro Borogodó surgiu no final de 2016, criado por pelos atores Gabriel Botelho e Junior Sifuentes. Desde então vem em constante produção teatral e pedagógica, criando e encenando “O Misterioso Segredo das Pequeninas Grandes Coisas”, primeiro espetáculo infanto-juvenil brasileiro a falar do rompimento da barragem de Fundão em Mariana, Minas Gerais, ocorrido no ano de 2015 e que tristemente eternizou o rio Doce na memória de nosso país.

O Grupo realiza atividades formativas na área do teatro e do circo em espaços como a Casa de Cultura Mario Quintana e o Centro Cultural CEEE Erico Veríssimo, formando mais de 120 alunos nos últimos dois anos.

 

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome