Vigilantes do peso, suplementação na gravidez, Covid e câncer

Hospital Miguel Piltcher.

VIGILANTES DO PESO – MODERNIZAÇÃO – UMA GRANDE NOVIDADE

Os vigilantes do peso passaram a se chamar WW, se modernizaram. Agora é por meio da Inteligência Artificial que estes estão conduzindo seus trabalhos, ajudando aos seus seguidores a adquirirem hábitos e uma alimentação mais saudável efetivamente, de acordo com sua individualidade e que proporcione resultados. Todos os cálculos e escolha dos alimentos são feitos de maneira individualizada.

A partir de um questionário preenchido pelos usuários, a inteligência artificial atua verificando a questão da ingestão calórica, da quantidade de proteínas, a necessidade de ingestão de gorduras saturadas, os limites de ingestão do açúcar, as fibras necessárias e a escolha de produtos que possuam as quantidades necessárias de gordura insaturada, de modo que tudo esteja de acordo com os gostos do indivíduo.

É a inteligência artificial que elabora a sugestão final de cardápio, que respeita realmente as características individuais, tornando os resultados, que obterão ao aderirem a este novo formato de vigilância do peso, infinitamente melhor do que os meios que estavam disponíveis anteriormente.

IMPACTO DA SUPLEMENTAÇÃO NAS GRÁVIDAS

Pesquisadores do Hospital Materno Infantil de Brasília chegaram a uma importante conclusão sobre os efeitos e impactos de uma suplementação nutricional correta de nutrientes na gestação: previne danos às mães e aos bebês.

No Brasil são mais de 1,4 milhão de ocorrências de partos prematuros, anemias e defeitos no desenvolvimento dos bebês, que poderiam ser evitados se esta suplementação ocorresse.

Veja algumas complicações que poderiam ser evitadas: malformações, que estão associadas à falta de ácido fólico e vitamina B12; anemias, que estão associadas à carência de ferro; pré-eclâmpsia, que podem ser prevenidas por meio de suplementação de cálcio, zinco e vitaminas D, C e E; e o nascimento de bebês pré-maturos, que podem ser evitados com suplementação adequada de Ômega 3.

COVID & CÂNCER

As sequelas da infecção por meio da Covid-19 afetam o tratamento oncológico. Esta foi a conclusão de um amplo estudo envolvendo profissionais da saúde da Inglaterra, Espanha e Itália. Eles constataram que a fadiga e as dificuldades respiratórias causadas pelo coronavírus têm gerado reveses significativos a pessoas no tratamento contra o câncer.

Os efeitos da infecção comprometem a funcionalidade e estado geral do paciente e a própria segurança das terapias oncológicas. Foi observado que ocorreu uma significativa redução nas doses e necessidade de troca de medicamentos por outros menos eficazes, tudo isso por questões de tolerância, adiamentos cirúrgicos e até mesmo o abandono do tratamento.

Os profissionais concluíram que o combate a este problema, visando minimizá-lo, só é possível se for adotado um cuidado multidisciplinar durante e após a infecção, ou que o indivíduo cuide-se ao máximo, evitando-a.

TORNOZELO MERECE CUIDADOS ESPECIAIS

Articulação muito importante e que, consequentemente, merece cuidados especiais. Sempre que você for fazer alguma atividade física, por mais simples que seja, “aqueça” o tornozelo, os riscos de entorse são sempre altos. Um detalhe importante é que por ocasião de uma entorse, caso ocorra, não é o nível de dor que determina a gravidade. Por isso, sempre que isso ocorrer procure um médico e avalie a gravidade, evitando problemas no futuro. Uma vez que você tenha tido este tipo de problema, a tornozeleira pode ser uma boa, porque ajudará na estabilidade

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome