Conhecer para preservar

Conhecer a hidrografia de uma região significa estudar o ciclo da água que provém da atmosfera ou do subsolo. Ao entrar em contato com a superfície, a água pode escolher três caminhos: escorrer, infiltrar-se no solo ou evaporar.

No planeta, o volume global de água é de aproximadamente 1,4 milhão de quilômetros cúbicos e abrange oceanos, mares, rios, lagos, geleiras, água no subsolo, lagoas e água na atmosfera. A maior parte dessas águas está concentrada nos oceanos e mares, que ocupam 71% da área do globo.

Oceanos ocupam três quartos da superfície da Terra e as lagoas podem ser definidas como massas de água superficial de pequena extensão e profundidade, cercadas por terra. Como exemplo, podemos citar a Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul, com cerca de 270 km de comprimento por 50 km de largura média.

O atual estilo de vida da população tem causado sérios danos para os oceanos, lagoas e rios do planeta. Um estudo conduzido pelo Dr. Kenneth Casey em parceria com o National Oceanographic Data Center, confirmou que 40% das águas oceânicas foram drasticamente afetadas pelas atividades humanas, como poluição e pesca excessiva.

Para reverter esse quadro e preservar o ecossistema marinho, é preciso tomar medidas simples no dia a dia. No entanto, podemos contribuir com atitudes que irão ajudar a preservar nosso Planeta Água:

– Recicle e diminua o uso de produtos plásticos. Mais de cinco trilhões de peças de plástico flutuam no oceano, matando inúmeros animais marinhos anualmente. Para diminuir o impacto, evite usar sacolas e garrafas plásticas, e prefira itens com poucas embalagens.

– Tente utilizar menos o carro e faça uso consciente da água e energia. A queima de fósseis como petróleo, gás e carvão acelera o aquecimento global. Com oceanos mais quentes, o habitat marinho sofre inúmeras mudanças. Além disso, a água contaminada despejada pelos encanamentos das cidades pode alcançar os mares. Cerca de 80% da poluição marítima é originada no continente.

– Escolha produtos e alimentos que não exploram a vida marinha. A pesca excessiva e insustentável é responsável pela extinção de diversas espécies. Outros mantam animais para produzir colares, produtos para cabelos e por aí vai.

– Cuide da praia. Depois de aproveitar o mar e a areia num dia de sol, lembre-se de levar todo o seu lixo embora. E não pegue nada que pertença ao ecossistema local, como pedras e corais.

– Procure se manter informado sobre a exploração oceânica, apoie organizações e campanhas de proteção ao habitat marinho e compartilhe seus conhecimentos com outras pessoas. É preciso juntar forças para promover mudanças significativas no meio ambiente.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome