Secretário de Urbanismo de Piratini pretende implantar coleta noturna

Contêineres acumulam lixo no Centro e bairros (Foto: Nael Rosa/JTR)

A Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos de Piratini continua enfrentando sérios problemas para recolher o lixo produzido pela população. Na atual gestão, ainda não foi possível colocar a coleta em dia, o que proporciona um cenário complicado para a imagem da cidade, pois contêineres e outros tipos de coletores continuam abarrotados de resíduos.

Segundo o secretário Henrique Luiz da Silva, a situação se deve aos contínuos problemas mecânicos dos dois caminhões para essa finalidade, o que se torna mais evidente às segundas-feiras, quando o lixo depositado durante o final de semana se acumula.

“Desde que assumi [a Secretaria], os caminhões estão estragados, problemas que ainda não foram possíveis de resolver e que prejudicam, e muito, o recolhimento. Para se ter uma ideia, durante os dois dias do final de semana se produz dez toneladas de lixo no município, portanto, é inviável recolher tamanha quantidade com duas caçambas e um reboque puxado por um trator”, afirmou o gestor.

Quando os consertos forem realizados, Silva disse que a pasta irá implantar a coleta noturna, experiência que, segundo ele, foi exitosa no anterior governo do MDB. “Óbvio que haverá a necessidade de reeducar a população, mas não há outra saída, pois o ideal é recolher o lixo naquele dia, o que não ocorre atualmente, uma vez que os resíduos recolhidos foram gerados e depositados um dia antes”, concluiu.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome