Projeto em Piratini presenteia alunos de escola rural

Crianças e jovens do Interact participam do projeto de Natal que beneficia alunos da zona rural. (Foto: Nael Rosa/JTR)

Ser rotariano em suas várias fases, que começa com o Rotary Kids já aos 6 anos, é estar em contato com a doação ao próximo e, por consequência, praticar o voluntariado de forma permanente, ou seja, também na data mais emotiva do ano, o Natal, não é diferente.

É desta forma, entre pedidos e presentes, que os integrantes do Interact se encontram nesta época do ano, dando o toque final em tudo aquilo que conseguiram com padrinhos para fazer a felicidade de alunos da pré-escola ao 5º ano do colégio José Maria da Silveira, localizado na zona rural de Piratini, uma tradição do clube de serviços que começa com o incentivo dos professores para que os presenteados escrevam cartinhas com seus pedidos, motivo de prazer para a presidente Jenifer Garcia Cavalheiro, de 17 anos.

“É muito bom passar o dia com as crianças fazendo festa na escola e entregando os presentes. Estou no Interact desde os 14 anos, sempre arrecadando e distribuindo presentes de Natal, sendo este o meu primeiro contato com o voluntariado”, afirma a gestora do Interact.

Entre as voluntárias, 2022 foi a estreia de Ana Luiza Corrêa Rocha, de 12 anos. Além do empenho em conseguir padrinhos para as doações, durante a reportagem ela se mostrava animada enquanto dava o toque final nos pacotes que seriam entregues a 62 crianças, assim como ela, mas que têm uma realidade financeira bem diferente.

“Estou feliz e, mesmo ainda me adaptando, já que estou no meu primeiro ano de Interact. Estou satisfeita, pois sou apaixonada por criança e adorei reunir e preparar os presentes, o que foi prazeroso e legal, pois ajudei a fazer alguém feliz neste Natal”, garante Ana, com sentimentos nada diferentes de Marina Cardoso, de 17 anos, diretora de imagem pública do Interact.

“Gosto muito de fazer isso, participar do projeto nesta época do ano, o que faço desde 2018. Somos uma família e temos a real noção da nossa razão de ser dentro do Interact. É motivador quando você entrega o presente a uma criança e percebe a felicidade dela ao ganhar coisas que temos acesso e fazem parte do nosso cotidiano, como uma caixa de bombom, por exemplo, algo que foi pedido nas cartinhas, que é simples, mas nos permite enxergar o mundo do outro”.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome