Incêndio causado por curto circuito destrói empresa fabricante de carvão em Piratini

O incêndio levou à perda total do local. Foto: Divulgação

Um incêndio ocorrido na noite da sexta-feira (11) no Capão Grande, área rural de Piratini, destruiu toda área de armazenamento, empacotamento e também as máquinas da empresa Carvão Nativo.

A destruição foi total e, segundo o empresário Etel Bersch, o Etinho, ainda não é possível calcular o prejuízo. Ele assegura que o ocorrido não impedirá que os trabalhos recomessem, pois a empresa se prepara para exportar seu produto para Dubai, nos Emirados Árabes.

“Essa situação é algo imaginável, pois a destruição foi total. Somente uma das máquinas que queimou custa, se for usada, em torno de R$ 50 mil e não possuíamos seguro porque os galpões eram de madeira, o que não será mais a nossa realidade para que aí sim possamos contar com esse tipo de segurança”, disse Etinho.

Conforme o levantamento prévio feito por ele, queimaram, além da produção e do estoque, sendo este empacotado ou não, também três peneiras, uma empilhadeira, máquinas de costura, ventiladores e exaustores.

“Não adianta ficar lamentando. Isso já faz parte do passado. Vamos recomeçar em outro local para atender a demanda de final de ano. Inclusive a contratação de mais mão de obra que já estava prevista continua mantida”, assegurou o empresário.

Quanto à causa do sinistro, ele concluiu que há quase 100% de chance do problema ter sido na rede elétrica das câmeras de monitoramento do local.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome