Mais um caso confirmado e dois suspeitos de coronavírus em Pinheiro Machado

Foto: Getty Imagens

O boletim epidemiológico divulgado na terça-feira (14), pelo Comitê Extraordinário de Saúde, trouxe mais um caso confirmado de coronavírus em Pinheiro Machado. O sexto caso foi confirmado após uma pessoa realizar teste rápido na empresa em que trabalha e obter resultado positivo.

Tanto o quinto como o sexto caso estão em internação domiciliar e os outros 4 casos positivos na cidade já estão recuperados.  O boletim trouxe ainda mais dois casos suspeitos na cidade e 23 pessoas em internações domiciliares.

O quinto caso foi confirmado pelo pinheirense Jeferson Borges, 32 anos, que utilizou seu perfil na rede social Facebook, para relatar seu quadro de saúde. “Fui colocado em isolamento domiciliar desde o dia 2 de julho, por apresentar suspeitas do covid-19. Fiquei isolado e dia 6 foi feita a coleta particular e saiu o resultado positivo. De todos os sintomas o único que não tive foi a falta de ar”, explicou.

Borges relatou também que ainda não sente o olfato e paladar. “Posso cheirar um perfume forte e não sinto nada mesmo. Meu isolamento já está chegando ao fim e minha família está em isolamento comigo e todos apresentaram os sintomas, uns mais e outros menos. Agradeço as pessoas que mandaram mensagem e se preocupam conosco. Espero que quem passe por esta doença se cuidem e fique em isolamento para não contaminar outras pessoas”, pediu Borges.

De acordo com o paciente, ele não sabe de onde pegou o vírus já que no trabalho estavam
cumprindo isolamento. “As sensações de mal-estar no corpo são reais e me assustei no primeiro momento. Eu não estava muito confiante neste covid-19, por tanta armação política que tem nisso tudo, e não acreditava tanto. Se cuidem”, concluiu Borges.

Apesar do exame ter sido realizado em laboratório particular, Borges ressaltou que a empresa Votorantim Cimentos arcou com os custos, cerca de R$ 280 reais.

PINHEIRO MACHADO PRORROGA DECRETO POR MAIS UMA SEMANA
O Prefeito de Pinheiro Machado publicou novo decreto nº 804, prorrogando por mais 7 dias o decreto nº 801 que referenda protocolos da bandeira vermelha e dá outras determinações no âmbito do combate à pandemia de coronavírus no Município de Pinheiro Machado.

O mesmo tem vigência até dia  de julho e a mesma poderá ser novamente prorrogada a critério da Administração Pública Municipal conforme a situação epidemiológica do Município, obedecendo à classificação final do Modelo de Distanciamento Controlado publicada pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome