Decreto municipal adota medidas restritivas de combate a Covid-19 em Pinheiro Machado

Prefeitura de Pinheiro Machado (Foto: Eunice Garcia/JTR)

O aumento acelerado de números de casos ativos de Covid-19 em Pinheiro Machado é alarmante. O boletim divulgado na quarta-feira (5) mostra 18 novos casos, totalizando 100 casos ativos, um número recorde desde o início da pandemia. 

Com o objetivo de reduzir a disseminação do vírus, a Prefeitura Municipal divulgou o decreto nº 919/2021 que determina aplicação de protocolos de bandeira vermelha com medidas mais rígidas. O decreto restringe a circulação noturna das 22h às 6h sob pena de abordagem, multa e condução à residência de quem for flagrado em via pública nestes horários sem justificativa. São justificáveis apenas os casos de saúde, deslocamento do trabalho até a residência e situações excepcionais que necessitam de locomoção, tais como socorro a pessoas em situação de emergência.

De acordo com o decreto, ficam suspensos os atendimentos prestados pela Associação de Assistência Social – Hospital de Pinheiro Machado nas áreas de referências regionais em saúde pública. Fica excepcionalmente autorizado a realização de cirurgias eletivas já agendadas para os dias 17 e 18 de maio. Os transportes de pacientes para radioterapia, quimioterapia, urgência e emergência continuam autorizados no período do decreto em vigor.

Qualquer tipo de evento presencial fica proibido, inclusive as reuniões e cultos religiosos de qualquer credo e fé. As lives são permitidas desde que cumpram o regulamento do distanciamento social e higienização e, só será permitida a participação de até 5 pessoas. 

O decreto entrou em vigor à 0h00 desta quinta-feira (6) e seu cumprimento é obrigatório até às 6h do dia 24 de maio, podendo ser interrompido ou prorrogado conforme a situação epidemiológica do município.

As medidas municipais também podem ser alteradas em caso de determinações mais rígidas pelo governo do estado, neste caso, prevalecem às normas decretadas pelo estado. 

Segundo informações extraoficiais, se não houver redução dos números de casos nos próximos dias, o município poderá adotar o sistema de lockdown nos finais de semana.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome