Prefeitura de Pelotas imuniza mais de 1,3 mil pessoas em dois locais

(Foto: Rodrigo Chagas/Prefeitura de Pelotas)

Nesta quarta-feira (9), serão imunizados trabalhadores dos setores administrativo e de apoio que atuam em instituições de Ensino Superior

Com entusiasmo. Foi assim que 1.370 pessoas receberam a primeira dose da vacina que protege contra a Covid-19, em Pelotas, nesta terça-feira (8). Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 831 professores que atuam em instituições de Ensino Superior foram imunizados no drive-thru do Centro de Eventos; enquanto 539 cidadãos, que fazem parte de três grupos prioritários – educadores do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Médio e Profissionalizante, Educação para Jovens e Adultos (EJA) e trabalhadores dos setores administrativo e de apoio -, que não puderam ir ao drive-thru, receberam a primeira dose do imunizante no IFSul da Praça 20 de Setembro.

Fique atento ao cronograma de vacinação para os próximos dias

Drive-thru, das 9h às 17h
Centro de Eventos, com entrada pela avenida Pinheiro Machado

– Quarta-feira (9) – vacinação para trabalhadores do Ensino Superior, dos setores administrativo e apoio.

IFSul, das 9 às 17h, Campus Pelotas, Praça 20 de Setembro

– Quinta-feira (10) – vacinação para todos os professores/docentes e trabalhadores dos setores administrativo e apoio, do Ensino Superior, que não puderam ir ao drive-thru.

Sete pontos nos bairros

– Quinta-feira (10) – imunização de pessoas com comorbidades definidas no Plano Estadual de Vacinação e pacientes com deficiência permanente, cadastrados ou não no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), e gestantes ou puérperas (com até 45 dias do parto), com comorbidades.

Endereço dos pontos de vacinação nos bairros

CTG Raízes do Sul – avenida Cidade de Lisboa, 610 – Fragata

CTG Negrinho do Pastoreio – avenida João Gomes Nogueira, 273 – Areal

União Gaúcha – avenida Engenheiro Ildefonso Simões Lopes, 531 – Cohab Tablada

CTG Os Farrapos – Rua Raul Pompeia, 1400 – Santa Terezinha

Associação Rural – Casa da Amizade, avenida Fernando Osório, 1754 – Três Vendas

Colégio Pelotense – Auditório, entrada pela avenida Bento Gonçalves – Centro

Comunidade Católica Nossa Senhora de Lourdes – salão da igreja, avenida Amazonas, 515 – Balneário dos Prazeres

Saiba quais são os documentos necessários
– Profissionais da Educação

Todos os profissionais da Educação que comparecerem para imunização devem apresentar, no ato, documento de identidade, comprovante de residência e cartão SUS ou CPF. Além disso, também precisam portar a declaração-padrão fornecida pela escola onde atua. O modelo do documento está disponível no hotsite do coronavírus da Prefeitura, na aba “Declaração – Vacina Profissionais Educação” e deverá ser impresso em papel timbrado pela instituição.

– Público com comorbidades

* Atestado-padrão confeccionado pela Prefeitura, disponível no hotsite do coronavírus. O laudo pode ser obtido nos serviços de saúde públicos e privados. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o atestado é emitido no turno da tarde das 13h às 17h;

* documento de identidade com foto;

* comprovante de residência; e,

* CPF ou Cartão SUS.

– Deficientes permanentes

As pessoas com Deficiência Permanente, cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), não precisarão apresentar o atestado-padrão da Prefeitura. Será solicitado, apenas, o comprovante do benefício, que pode ser obtido por meio do extrato bancário ou lotérico ou, ainda, acessando o site do INSS.

– Doença renal

Os pacientes com doença renal crônica, que realizam hemodiálise, e os oncológicos, em tratamento de radioterapia e quimioterapia, podem solicitar os atestados nos serviços onde realizam os procedimentos.

Instruções para quem vai se vacinar
– Profissionais da Educação que sejam gestantes ou puérperas (com até 45 dias do parto), com comorbidades, devem procurar o Laboratório Municipal, localizado na rua Lobo da Costa, 1774, das 13h30 às 17h, para receber a vacina. Esse grupo deve apresentar identidade, comprovante de residência, CPF ou Cartão SUS e atestado fornecido pelo médico. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (53) 3284-7741.

– A pessoa que tiver recebido a vacina contra outras doenças deve aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre as aplicações.

– Caso a pessoa apresente sintomas gripais ou tenha positivado para a Covid-19 deve aguardar 30 dias do início desses sinais para receber a vacina.

– As pessoas que fazem uso de imunoglobulina humana devem se vacinar com, pelo menos, um mês de intervalo para evitar interferência na resposta imunológica.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome